Ouça a rádio

Compartilhe

Bilac Pinto (União), indicado pelo partido como vice de Zema, é apoiado por Vittorio Medioli

O prefeito de Betim entrou na articulação a favor do deputado federal Bilac Pinto

O deputado federal Bilac Pinto (União), que foi o nome indicado pelo União Brasil como vice na chapa de Romeu Zema (Novo), vem recebendo apoio de prefeitos e um deles é Vittorio Mediolli (sem partido), chefe do poder executivo em Betim. 

Medioli disputaria o governo de Minas, mas acabou desistindo. A vice dele na prefeitura, Cleusa Lara (União), é pré-candidata a deputada federal.  O prefeito de Betim é um rival político do deputado federal Marcelo Aro (PP), outro forte candidato a ser vice de Zema e com quem trava uma briga judicial há quase dois anos, em função de brigas que começaram no extinto PHS. A desavença é um importante elemento para que Medioli queira Bilac e não Aro como vice de Zema.

Prefeitos da base de Rodrigo de Castro

O deputado federal do União Brasil também deve receber apoio de prefeitos da base do ex-tucano Rodrigo de Castro, que saiu do PSDB e se filiou ao União Brasil na última janela partidária. Na quinta-feira (2/5), ele deve se reunir com 50 prefeitos para falar do projeto do partido.

Bilac e Silveira 

O deputado federal também se reúne amanhã (1/5), com o senador Alexandre Silveira (PSD). A chapa PSD/PT já ofereceu a suplência do Senado para o União Brasil que ainda não se decidiu de que lado ficará nas eleições. A sigla, que foi criada a partir da fusão do DEM com o PSL, nasceu como o maior e mais rico partido do Brasil e além de recursos, pode oferecer também tempo de rádio e televisão para as campanhas eleitorais.

Leia Mais

ENTREVISTA EXCLUSIVA

Bolsonaro critica paridade de preços internacionais na Petrobras

INVESTIGAÇÃO

Contador ligado a Lula é suspeito de lavar R$ 16 milhões em loteria com PCC

Eleição 2022

Eduardo Leite anuncia que vai disputar o governo do Rio Grande do Sul pelo PSDB

MINISTRO SOLTO

Bolsonaro minimiza prisão de Milton Ribeiro: 'não foi corrupção, foi tráfico de influência. É comum'

'ABRINDO O JOGO'

André Janones quer taxar fortunas e diz que Gusttavo Lima se escondeu ‘embaixo da cama’

Acesso rápido