Ouça a rádio

Compartilhe

Lula voltará ao Estado de Minas para oficializar a aliança com Kalil

Sugestão da coordenação de campanha Lula/Kalil é que o ato seja realizado em Uberlândia

A conversa de bastidores no PT de Minas Gerais é que o ex-presidente Lula deve visitar, novamente, Minas Gerais, em breve. O petista retornará quando o nome do vice na chapa do ex-prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), pré-candidato ao Governo de Minas, já estiver definido.

Alguns petistas citaram até data e afirmaram que a visita poderia ser no dia 30 ou 31 de maio. A assessoria de imprensa do ex-presidente informou que não há data para retorno de Lula, que já esteve em Minas Gerais neste mês.

Reunião com Lula

Na próxima segunda-feira (23), o coordenador da campanha de Lula em Minas, deputado federal Reginaldo Lopes (PT) se reunirá com o ex-presidente e equipe em São Paulo e vai levar a sugestão da coordenação Lula/Kalil para que o evento seja no Triangulo Mineiro e para que a agenda seja desenhada.

Reginaldo Lopes confirmou à coluna que há previsão da realização de um ato para selar o palanque de Lula no Estado, mas que ainda não há data fechada. É a primeira vez que ele fala com a imprensa, depois da reunião que teve ontem com Kalil e Agostinho Patrus (PSD), que confirmou a aliança Lula/Kalil. Os três farão uma coordenação integrada do palanque em Minas.

Vice e Senado

O deputado federal também terá agendas em Minas na semana que vem. Em conversa com a coluna, ele disse que tem várias reuniões previstas para os próximos dias e que a definição sobre o nome do vice deve ser tomada dentro dos próximos 10 dias. Entre os encontros de articulação, será marcada uma conversa com o deputado estadual André Quintão (PT), nome sugerido por Kalil como candidato a vice-governador.

Sobre a candidatura ao Senado, Lopes afirmou que ‘minha pré-candidatura não será obstáculo para aliança em nome do Brasil e se a exigência for a desistência, está resolvido para compor o palanque do Lula em Minas". Caso não se candidate ao Senado, Lopes deixa caminho livre para Alexandre Silveira (PSD), pré-candidato ao cargo na chapa de Kalil.

Cotado também como vice, o deputado federal afirmou que disse à Kalil, na reunião da última quinta-feira (19), que “reconhece a importância da função de vice, mas prefere a interlocução Lula/ Brasil/ Brasil/Minas e tem preferência pela atuação em Brasília”.

Leia Mais

Zema

Depois de sinalização de nome de Simões para vice de Zema, parlamentares do PP se reúnem em Brasília

Serra do Curral

Tamisa, empresa autorizada a minerar na Serra do Curral, não tem registro no CREA

ALÉM DE SAFADÃO

Além de Safadão, outros famosos tiveram rompimentos polêmicos com seus empresários. Relembre! 

ELEIÇÕES 2022

MDB mineiro tem pré-candidato ao Senado, mas resiste à pressão por aliança com PSDB para o Governo

Zema

Novo sinaliza para chapa puro sangue e quer Mateus Simões como vice de Zema

Acesso rápido