Ouvindo...

Times

Mineiros são suspeitos de enviar vídeos de pornografia infantil para o Paquistão

Investigado armazenava conteúdos em uma pasta pública e compartilhava os arquivos usando uma rede descentralizada; suspeitos mora em Araguari, no Triângulo Mineiro

Dois moradores de Araguari, no Triângulo Mineiro, são suspeitos de armazenar fotos e vídeos de abuso sexual infantil e enviá-los para contatos do Paquistão, país da Ásia. Os investigados foram alvo de mandados de busca e apreensão cumpridos pela Polícia Federal nesta quarta-feira (22).

Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal em Uberlândia. Segundo a investigação, um dos suspeitos mantinha os conteúdos de abuso sexual infantil em uma pasta pública e compartilhava os arquivos usando uma rede descentralizada de computadores.

Leia também

Os dois envolvidos podem responder pelos crimes de armazenamento e compartilhamento de material contendo abuso sexual infantojuvenil. As penas somadas podem chegar a 10 anos de prisão.


Participe dos canais da Itatiaia:

Jornalista formado pela UFMG, com passagens pela Rádio UFMG Educativa, R7/Record e Portal Inset/Banco Inter. Colecionador de discos de vinil, apaixonado por livros e muito curioso.
Leia mais