Ouvindo...

Times

Parceria entre governo de Minas e Senac vai abrir 8 mil vagas em cursos profissionalizantes; entenda

Iniciativa, voltada sobretudo a postos de trabalho ligados ao turismo, foi lançada nesta segunda-feira (20)

O governo de Minas Gerais e a seccional estadual do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) lançaram, nesta segunda-feira (20), um programa que prevê a oferta de 8,1 mil vagas em cursos profissionalizantes a pessoas em situação de vulnerabilidade social. A ação, batizada de “Minas Forma”, terá, como prioridade, estudos em áreas ligadas ao turismo.

Vinte e quatro cursos vão compor o cardápio da iniciativa. A expectativa é atingir estudantes de 101 dos 853 municípios mineiros. O lançamento do programa aconteceu na sede do Senac em Minas, no Centro de Belo Horizonte.

Mulheres com mais de 40 anos e jovens que estão fora das instituições regulares de ensino serão as prioridades da iniciativa. Segundo a secretária, o “Minas Forma” já busca formar duas turmas iniciais, que funcionarão como piloto. Um dos grupos de estudantes vai aprender técnicas básicas para garçom; o outro, os fundamentos dos trabalhos desenvolvidos pelas camareiras.

Leia também

“Em julho, já devemos começar a abrir todas as matrículas na Região Metropolitana. Depois, vamos expandir para completar 101 municípios”, disse.

Na Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), a expectativa é utilizar o programa para impulsionar o setor em Minas.

“Temos lançado novas rodas e pleiteando ainda mais espaço no setor de turismo nacional. Então, com certeza, há uma necessidade represada - e também uma necessidade futura, que está dentro do planejamento do estado”, afirmou a secretária-adjunta da pasta, Josiane de Souza.

Prefeituras devem ajudar

Uma das ideias do programa é recorrer às instalações do Senac em Minas para a oferta dos cursos. A entidade tem mais de 40 sedes no estado, além de 12 unidades móveis.

“Temos condições (de atingir muitos municípios) e, também, com a ajuda de prefeituras, conseguindo espaços para treinamentos. Então, a gente consegue ter capilaridade em quase todos os 853 municípios”, explicou Nadim Donato, presidente do Sistema Fecomércio MG, que abriga o Senac.

Presente ao lançamento do programa, o governador Romeu Zema (Novo) disse que a disponibilização das vagas em sala de aula pode ajudar a recuperar a autoestima dos cidadãos matriculados.

“Governo não é para distribuir privilégios, mas para criar oportunidades”, afirmou.

As turmas terão cargas horárias variadas, que podem ir de 35 horas de aula a 100 horas de aula durante todo o curso. As bolsas de incentivo aos estudantes vão de R$ 210 (35 horas) a R$ 600 (100 horas).

Confronto entre forças policiais

Antes do evento, policiais militares responsáveis por escoltar a comitiva do governador Romeu Zema entraram em conflito com representantes de associações das forças de segurança que foram ao local para protestar. O grupo reivindica aumento nos vencimentos das tropas

No ano passado, sindicatos calcularam que a corrosão inflacionária nos vencimentos, medida entre 2015 e 2022, demandaria recomposição salarial de 35,44%.


Participe dos canais da Itatiaia:

Eustáquio Ramos é repórter e apresentador da Itatiaia
Graduado em Jornalismo, é repórter de Política na Itatiaia. Antes, foi repórter especial do Estado de Minas e participante do podcast de Política do Portal Uai. Tem passagem, também, pelo Superesportes.
Leia mais