Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Mulher que perdeu olho após briga na porta de supermercado é indenizada em mais de R$ 40 mil

Ela foi agredida com tapas, puxões de cabelo e borrifos de amônia no rosto

Mulher é condenada a pagar mais de R$ 40 mil à vítima que perdeu o olho direito após briga na porta de supermercado. A decisão é da 11ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), que modificou sentença da Comarca de Várzea da Palma.

Segundo a autora da ação, em fevereiro de 2007, ela foi agredida com tapas, puxões de cabelo e borrifos de amônia no rosto. A vítima foi hospitalizada e precisou extrair o olho direito devido a queimaduras no órgão. Com isso, a vítima passou a usar prótese.

Leia também

A agressora, em sua defesa, alegou que as duas, um ano antes, tiveram um desentendimento que já tinha sido judicializado. “Quando chegou ao supermercado, teria sido atacada verbal e fisicamente, por isso, teria pegado o primeiro objeto que viu e jogado no rosto da outra mulher. A ré alegou legítima defesa”, informou o texto do TJMG.

Contudo, esse argumento não convenceu o juiz que fixou o valor da indenização por danos materiais com despesas médicas e indenizações de R$ 5 mil por danos morais e R$ 5 mil por danos estéticos.

A vítima recorreu e ganhou. Sendo assim, ela deve receber R$ 1.190,97 por danos materiais, em R$ 20 mil por danos morais e em R$ 20 mil por danos estéticos.


Participe dos canais da Itatiaia:

A Rádio de Minas. Tudo sobre o futebol mineiro, política, economia e informações de todo o Estado. A Itatiaia dá notícia de tudo.
Leia mais