Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Chuva no RS: nível do Guaíba cai e fica abaixo de 5 metros em Porto Alegre

Guiaba registrou 4,98 metros na manhã desta quinta (16)

O nível do Guaiba, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, baixou de 5 metros pela primeira vez desde a última segunda-feira (13). No momento mais crítico, o lago atingiu 5,30 m. Na manhã desta quinta-feira (16), chegou a 4,9 metros.

A reportagem da Itatiaia foi até o Complexo Esportivo, que fica às margens do Guaíba. Lá, é possível ver as quadras — que continuam cobertas por água. Apenas parte das traves do gol são visíveis.

Nível dos rios

Às 7h desta quinta-feira (16), o nível dos rios era de:

  • 4,98m no Lago Guaíba, em Porto Alegre;
  • 7m no Rio dos Sinos, em São Leopoldo;
  • 5,81m no Rio Gravataí, em Passo das Canoas;
  • 6,42m no Rio Taquari, em Muçum;
  • 3,32m no Rio Caí, em Feliz;
  • 11,09m no Rio Uruguai, em Uruguaiana;
  • 2,7m na Lagoa dos Patos, em São Lourenço do Sul.
Leia também

A tragédia já deixou 151 mortos, informou a Defesa Civil Estadual. Seguem desaparecidas 104 pessoas e 806 estão feridas. No total, 2.281.774 pessoas foram afetadas nos 458 municípios atingidos.

Atualmente, 90 trechos estão total ou parcialmente bloqueadas em 50 rodovias. O aeroporto Salgado Filho segue sem funcionar, enquanto os de Canela, Capão da Canoa, Carazinho, Erechim, Passo Fundo, Rio Grande, Santo Ângelo, Torres, Bagé, Pelotas, Uruguaiana e Caxias do Sul funcionam normalmente.

O porto de Porto Alegre está com as atividades suspensas, o porto de Pelotas teve atividades paralisadas e o de Rio Grande opera normalmente.


Participe dos canais da Itatiaia:

Formou em jornalismo pela PUC Minas e trabalhou como repórter do caderno de gerais do jornal Estado de Minas. Na Itatiaia, cobre principalmente Cidades, Brasil e Mundo.
Repórter de política na Rádio Itatiaia. Começou no rádio comunitário aos 14 anos. Graduou-se em jornalismo pela PUC Minas. Em Belo Horizonte, teve passagens pelas rádios Alvorada, BandNews FM e CBN. No Grupo Bandeirantes de Comunicação, ocupou vários cargos até chegar às funções de âncora e coordenador de redação na BandNews FM BH. Cobriu as tragédias ambientais da Samarco, em Mariana, e da Vale, em Brumadinho. Vencedor de 8 prêmios de jornalismo. Em 2023, venceu o Prêmio Nacional de Jornalismo CNT.
Jornalista formada pela PUC Minas. Mineira, apaixonada por esportes, música e entretenimento. Antes da Itatiaia, passou pelo portal R7, da Record.
Leia mais