Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Após zerar estoque, BH recebe vacinas contra a Covid e convoca grupos prioritários

Idosos, gestantes, puérperas e imunossuprimidos poderão receber a dose de reforço contra a doença a partir de quinta (19)

Belo Horizonte convocou idosos com 80 anos ou mais e outros integrantes dos grupos prioritários para receber uma nova dose de reforço da vacina contra a Covid-19 a partir de quinta-feira (16). O anúncio foi feito horas após a prefeitura confirmar que estava com o estoque de imunizantes contra a doença totalmente vazio.

Segundo a prefeitura, foram recebidas 38,2 mil doses que fazem parte do primeiro lote da vacina monovalente da farmacêutica Moderna, atualizada para proteger os cidadãos contra a subvariante da Ômicron XBB 1.5. A vacina enviada para a capital mineira pelo Ministério da Saúde foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em março e vai substituir, gradualmente, todas as vacinas contra a Covid-19 que estavam sendo usadas anteriormente.

Leia também

A partir de quinta-feira (16), podem se vacinar idosos acima de 80 anos, gestantes, puérperas (mulheres no período até 45 dias após o parto) e imunossuprimidos. O paciente deve ter recebido a última dose há, pelo menos, três meses.

Para ser vacinado, é preciso apresentar o cartão de vacinação, um documento de identificação com foto e CPF. Os pacientes imunossuprimidos também devem apresentar os medicamentos em uso, resultados de exames, receitas ou declarações médicas. Já as puérperas devem apresentar certidão de nascimento do bebê, cartão da gestante ou documento do hospital onde ocorreu o parto.


Participe dos canais da Itatiaia:

Jornalista formado pela UFMG, com passagens pela Rádio UFMG Educativa, R7/Record e Portal Inset/Banco Inter. Colecionador de discos de vinil, apaixonado por livros e muito curioso.
Leia mais