Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Morre homem esfaqueado pela esposa durante suposta briga em BH; filho viu agressão

Mulher teria dado facada no marido após ele agredi-la com um soco na cara; caso ainda vai ser investigado pela Polícia Civil

O homem de 59 anos que foi esfaqueado pela esposa durante uma briga no bairro Ipê, na região Nordeste de Belo Horizonte, morreu no início da tarde desta sexta-feira (23), pouco após ser atacado pela mulher. A suspeita teria tomado a atitude após ser agredida com um soco na cara. Um dos quatro fihos do casal teira presenciado o assassinato do pai.

Segundo o tenente Menezes, da Polícia Militar, o óbito foi constatado pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Familiares contaram aos agentes que o casal vivia altos e baixos, com histórico de separações e retornos na relação.

A vítima, inclusive, comemorou seu aniversário de 59 anos nesta quinta-feira (22) e estava comemorando junto com a esposa. Porém, nesta sexta (23), os dois teriam se desentendido. O homem teria dado um soco na boca da esposa que, em resposta, pegou uma faca e deu vários golpes na vítima. Um dos quatro filhos do casal estava no cômodo na hora da confusão e viu o pai sendo morto.

Leia também

A suspeita foi encontrada em estado de choque, com várias manchas de sangue pelo corpo e um ferimento na boca, o que pode comprovar a hipótese de agressão. ‘Ela demorou a recobrar a consciência e conseguiu falar o próprio nome. Estava em estado de choque, não conseguiu passar muitas informações. O filho dela também estava em choque’, disse o tenente Menezes à Itatiaia.

Por estar ferida, a suspeita foi levada para o Hospital Odilon Behrens e, na sequência, deve ser encaminhada para o Departamento Estadual de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O caso deve ser investigado pela Polícia Civil, assim como a hipótese de agressão citada por familiares.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Formado em jornalismo pela PUC Minas, foi produtor do Itatiaia Patrulha e hoje é repórter policial e de cidades na Itatiaia. Também passou pelo caderno de política e economia do Jornal Estado de Minas.
Jornalista formado pela UFMG, com passagens pela Rádio UFMG Educativa, R7/Record e Portal Inset/Banco Inter. Colecionador de discos de vinil, apaixonado por livros e muito curioso.
Leia mais