Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

MG recebe quase 80 mil vacinas contra a dengue para imunizar crianças de 10 e 11 anos

Doses serão distribuídas para 22 cidades das regionais de saúde Belo Horizonte e Coronel Fabriciano/Timóteo; confira a lista completa

Minas Gerais recebeu, nesta quinta-feira (22), 78.790 doses de vacinas contra a dengue. O carregamento já deu entrada na Central Estadual da Rede de Frio e será distribuído, em breve, para 22 municípios das regionais de saúde Belo Horizonte e Coronel Fabriciano/Timóteo. Neste primeiro momento, o imunizante será aplicado em crianças com 10 e 11 anos (confira abaixo quais cidades vão receber os imunizantes).

As regionais escolhidas atendem a três critérios definidos pelo Ministério da Saúde e que seguem recomendações da Organização Mundial de Saúde: possuir pelo menos um município de grande porte (com mais de 100 mil habitantes); cidades com alta transmissão de dengue registrada no último período sazonal; e cidades com maior predominância do sorotipo DENV-2.

Mesmo com a imunização começando no estado, o secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, alerta que é necessário manter os cuidados contra a doença: ‘Posteriormente serão vacinadas aquelas com 12, 13 e 14 anos. Mas é importante esclarecer que as vacinas são uma estratégia de proteção de médio e longo prazo. Para o momento crítico que estamos vivendo, ainda é necessário investir em outros cuidados, como não deixar água parada e procurar as unidades de saúde ao menor sinal de dengue’

Confira quais cidades de MG vão receber a vacina contra a dengue:

  • Antônio Dias
  • Belo Horizonte
  • Belo Vale
  • Caeté
  • Coronel Fabriciano
  • Córrego Novo
  • Dionísio
  • Jaboticatubas
  • Jaguaraçu
  • Marliéria
  • Moeda
  • Nova Lima
  • Nova União
  • Pingo-d’Água
  • Raposos
  • Ribeirão das Neves
  • Rio Acima
  • Sabará
  • Santa Luzia
  • Santa Maria de Itabira
  • Taquaraçu de Minas
  • Timóteo
Leia também

Quais são os sintomas da dengue?

O quadro sintomático da dengue inclui, segundo o Ministério da Saúde:

  • Febre alta (maior que 38ºC);
  • Dor no corpo e nas articulações;
  • Dor atrás dos olhos;
  • Mal-estar;
  • Falta de apetite;
  • Dor de cabeça;
  • Manchas vermelhas no corpo;

Além desses sintomas, o Ministério de Saúde recomenda que as pessoas estejam atentas aos sinais de alerta e de agravamento do quadro, que podem levar a choque grave e até morte. Os sinais de alarma são os seguintes:

  • Dor abdominal intensa e contínua;
  • Vômitos persistentes;
  • Acúmulo de líquidos;
  • Letargia ou irritabilidade;
  • Aumento progressivo do hematócrito;
  • Sangramento de mucosa.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Jornalista formado pela UFMG, com passagens pela Rádio UFMG Educativa, R7/Record e Portal Inset/Banco Inter. Colecionador de discos de vinil, apaixonado por livros e muito curioso.
Leia mais