Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Suspeito de estuprar quatro meninas em sítio na Grande BH é preso

Vítimas eram próximas da família; homem de 60 anos foi preso na região Noroeste de Belo Horizonte

Um homem de 60 anos foi preso na região Noroeste de Belo Horizonte, suspeito de estupro de vulnerável contra, pelo menos, quatro meninas, que têm entre 10 e 17 anos. As informações foram repassadas em coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira (31).

O delegado da Divisão Especializada em Orientação e Proteção a Criança e ao Adolescente (Dopca) Diego Lopes contou que as investigações começaram em dezembro do ano passado.

“A nora do investigado procurou a polícia para denunciar que a filha do primeiro casamento era vítima do homem. Quando ficou sabendo, conversou com familiares e eles souberam de outras duas adolescentes que vinham sendo abusadas”, explicou. Depois disso, a quarta menina foi identificada: a filha do caseiro, de 10 anos.

Os crimes aconteciam no sítio do investigado, em Igarapé, na região metropolitana de Belo Horizonte. A polícia acredita que o número de vítimas pode aumentar.

Adolescente estuprada em Buenópolis

Em Buenópolis, na região Central de Minas, um jovem, de 22 anos, também foi preso, suspeito de estuprar uma adolescente, de 13. Sob ameaça de morte, a vítima não contou para a família, e passou apresentar mudança de comportamento. Foi a diretora da escola que percebeu que havia algo de errado. “Ela andava triste e cabisbaixa”, relatou a delegada Thalita Caldeira, titular da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente do Barreiro. Diante disso, ela chamou a família até a unidade de ensino, quando ela relatou o abuso.

Conforme a delegada, Thalita, as investigações começaram em julho de 2023, quando a mãe da adolescente procurou a polícia.

“A vítima contou que deixou o homem entrar na casa, já que era um conhecido da família. Foi então que ele passou a enfocá-la, machucá-la, ameaçá-la de morte e a estuprá-la”, explicou. Ainda segundo a PC, a conjunção carnal foi confirmada em hospital. Uma vizinha chegou a ouvir o pedido de socorro, mas acreditou tratar-se de uma briga entre mãe e filha e, por isso, não acionou a PM.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Formou em jornalismo pela PUC Minas e trabalhou como repórter do caderno de gerais do jornal Estado de Minas. Na Itatiaia, cobre principalmente Cidades, Brasil e Mundo.
Jornalista formado em Comunicação Social pelo Centro Universitário de Belo Horizonte (UNI-BH). Na Itatiaia desde 2008, é “cria” da rádio, onde começou como estagiário. É especialista na cobertura de jornalismo policial e também assuntos factuais. Também participou de coberturas especiais em BH, Minas Gerais e outros estados. Além de repórter, é também apresentador do programa Itatiaia Patrulha na ausência do titular e amigo, Renato Rios Neto.
Leia mais