Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Adolescente de 17 anos é resgatado após ser mantido em cárcere privado e sob tortura em Contagem

Pai resgatou o jovem mediante pagamento de R$ 500; três suspeitos foram presos

polícia militar - Divulgação.png

Três barras de maconha e centenas de porções de crack, cocaína e maconha foram encontradas

PMMG

Um adolescente, de 17 anos, foi resgatado, nessa quarta-feira (24), após ser mantido em cárcere e sofrer diversas torturas por quatro dias, na Vila da Paz, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Conforme a Polícia Militar (PM), no último domingo (21), o jovem perdeu uma carga de 20 pedras de crack, avaliada em R$ 400. Com isso, traficantes o mantiveram em cárcere onde foi agredido por pauladas e socos. “Foi tenso. Me bateram com pedaço de pau e, se eu dormisse, jogavam água”, relatou a vítima à reportagem da Itatiaia.

Nessa quarta (24), o pai foi até o endereço para retirar o filho e pagar a dívida. Quando chegou, descobriu que o valor aumentou para R$ 580. Foi então que ocorreu uma briga entre ele e os traficantes. Pai e filho conseguiram fugir. “Meu pai foi meu anjo da guarda e me salvou”, acrescentou.

Ao chegarem em casa, viram um suspeito perto da residência e acionaram a PM para denunciar o ocorrido.

Militares fizeram operação na Vila da Paz e no bairro das Indústrias. Na favela, nada encontrado. Em uma casa do bairro, um casal foi visto em atitude suspeita, saindo da residência.

Lá, três barras de maconha e centenas de porções de crack, cocaína e maconha foram encontradas.

Três pessoas foram presas. Eles foram reconhecidos como torturadores do jovem. Outros dois criminosos são procurados.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Formou em jornalismo pela PUC Minas e trabalhou como repórter do caderno de gerais do jornal Estado de Minas. Na Itatiaia, cobre principalmente Cidades, Brasil e Mundo.
Jornalista formado em Comunicação Social pelo Centro Universitário de Belo Horizonte (UNI-BH). Na Itatiaia desde 2008, é “cria” da rádio, onde começou como estagiário. É especialista na cobertura de jornalismo policial e também assuntos factuais. Também participou de coberturas especiais em BH, Minas Gerais e outros estados. Além de repórter, é também apresentador do programa Itatiaia Patrulha na ausência do titular e amigo, Renato Rios Neto.
Leia mais