Ouvindo...

Times

Traficante é preso por mandar matar homem após falsa acusação de estupro de criança

Corpo da vítima foi encontrado amarrado junto com roupas da suposta vítima de abuso sexual no bairro Vila Pinho, na região do Barreiro, em BH; outros dois envolvidos foram detidos

Um homem apontado como ‘gerente do tráfico’ em um bairro da região do Barreiro, em Belo Horizonte, foi preso nesta sexta-feira (19). Ele é suspeito de ordenar o assassinato de um homem de 49 anos que foi falsamento acusado de estuprar uma criança. O crime foi cometido em junho de 2023.

Segundo a investigação, a menina de 4 anos passava os dias na casa da babá. A mãe da criança começou a estranhar o comportamento da filha e passou a afirmar que o irmão da babá estaria abusando sexualmente da criança. O pai da criança, que é um dos líderes do tráfico na Vila Pinho, foi informado da suspeita e matou o homem com o apoio de outras quatro pessoas.

Leia também

O suspeito foi preso nesta sexta-feira (19), durante a Operação Pusilânime, junto com outros dois suspeitos de envolvimento no crime. Segundo o delegado Matheus Marques, o corpo da vítima foi encontrado amarrado junto com as roupas da criança que teria sido abusado, o que indicou aos investigadores a possível ligação com um crime sexual.

‘Os outros dois não foram encontrados e são considerados foragidos. Eles vão responder por homicídio qualificado por tortura e impossibilidade de defesa da vítima, com pena de até 30 anos’.

Durante a operação desta sexta, a Polícia Civil prendeu um outro homem que era alvo de um mandado de prisão, mas que não estava envolvido no caso. Os agentes também apreenderam grande quantidade de droga.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Jornalista formado pela UFMG, com passagens pela Rádio UFMG Educativa, R7/Record e Portal Inset/Banco Inter. Colecionador de discos de vinil, apaixonado por livros e muito curioso.
Formado em jornalismo pela PUC Minas, foi produtor do Itatiaia Patrulha e hoje é repórter policial e de cidades na Itatiaia. Também passou pelo caderno de política e economia do Jornal Estado de Minas.
Leia mais