Ouvindo...

Times

Ranking das melhores do Brasil: o que faz uma cidade ser a melhor para se viver? Entenda

O Índice de Progresso Social (IPS) 2024 ranqueou a qualidade de vida nas 5.565 cidades brasileiras; veja lista

Gavião Peixoto, no interior de São Paulo, apareceu como o melhor município para se viver no Brasil com nota de 74,5 em 100. Na outra ponta está Uiramutã, em Roraima com 37,6 pontos em 100, o que foi considerado a pior do país.

Chamado de Índice de Progresso Social (IPS), o estudo inédita analisou a qualidade de vida das 5.565 cidades brasileiras. Mas, afinal, qual foi o critério usado mpara listar os municípios?

O levantamento analisou as cidades brasileiras em três frentes: necessidades humanas básicas, fundamentos do bem-estar e oportunidades. Entre os itens avaliados estão água e saneamento básico, saúde e bem-estar, acesso ao conhecimento básico e à informação, segurança pessoal, moradia e inclusão social.

Necessidades Humanas Básicas

Nutrição e Cuidados Médicos Básicos

  • Cobertura Vacinal (Poliomielite)
  • Hospitalizações por Condições Sensíveis à Atenção Primária
  • Mortalidade Ajustada por Condições Sensíveis à Atenção Primária
  • Mortalidade Infantil até 5 Anos
  • Subnutrição

Água e Saneamento

  • Abastecimento de Água via Rede de Distribuição
  • Esgotamento Sanitário Adequado
  • Índice de Abastecimento de Água
  • Índice de Perdas de Água na Distribuição

Moradia

  • Domicílios com Coleta de Resíduos Adequada
  • Domicílios com Iluminação Elétrica Adequada
  • Domicílios com Paredes Adequadas
  • Domicílios com Pisos Adequados

Segurança Pessoal

  • Assassinatos de Jovens
  • Mortes por Acidentes de Transporte
  • Assassinatos de Mulheres
  • Homicídios

Fundamentos do Bem-estar

  • Acesso ao Conhecimento Básico
  • Acesso à Informação e Comunicação
  • Saúde e bem-estar
  • Qualidade do Meio Ambiente

Oportunidades

Direitos Individuais

  • Acesso a Programas de Direitos Humanos
  • Existência de Ações para Direitos de Minorias
  • Índice de Atendimento à Demanda de Justiça
  • Taxa de Congestionamento Líquido de Processos

Liberdades Individuais e de Escolhas

  • Acesso à Cultura, Lazer e Esporte
  • Gravidez na Adolescência (<19)
  • Praças e Parques em Áreas Urbanas
  • Trabalho infantil

Inclusão Social

  • Paridade de Gênero na Câmara Municipal
  • Paridade de Negros e Pardos na Câmara Municipal
  • Violência contra Indígenas
  • Violência contra Negros
  • Violência contra Mulheres

Acesso à Educação Superior

  • Empregados com Ensino Superior
  • Mulheres Empregadas com Ensino Superior
  • Nota Média no Enem
Leia também

Em Minas

A cidade de Nova Lima, na região metropolitana de Belo horizonte, conquistou o posto de melhor cidade para se viver em Minas. Com 111.697 habitantes, segundo dados do Censo 2022 do IBGE (instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o município tem um dos melhores salários do país.

Na ponta contrária do ranking está a pequena Senhora do Porto, no Vale do Rio Doce, considera a pior cidade para se viver no estado. O município de apenas 3.067 habitantes tem uma renda média de 1,7 salário mínimo (R$ 2.400), mas apenas 11,3% da população ocupada com alguma atividade.


Participe dos canais da Itatiaia:

Formou em jornalismo pela PUC Minas e trabalhou como repórter do caderno de gerais do jornal Estado de Minas. Na Itatiaia, cobre principalmente Cidades, Brasil e Mundo.
Leia mais