Ouvindo...

Times

Polícia investiga participação de youtuber americano em operação da PM em SP

Conteúdo foi gravado e publicado no canal do influenciador; nas imagens, Gen Kimura aparece dentro de uma viatura, inclusive durante uma perseguição a uma motocicleta

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) investiga a participação de um youtuber norte-americano em uma operação da Polícia Militar em comunidades da Zona Norte da capital paulista. O conteúdo foi gravado no dia 21 de abril deste ano, e publicado no canal do influenciador.

Nas imagens, Gen Kimura aparece dentro de uma viatura, inclusive durante uma perseguição a uma motocicleta. “Esse sou eu numa perseguição policial no país mais mortal do mundo”, diz Gen.

Durante o vídeo, o influenciador aparece com um colete da PM e narra as ações dos militares. O youtuber passou o dia com os policiais, visitou a academia onde os militares treinam, e ainda filmou abordagens a moradores e invasões a residências.

Em nota à Itatiaia, a SSP confirmou que a prática não é permitida. “A SSP, assim que teve acesso ao vídeo, solicitou esclarecimentos à Polícia Militar, que imediatamente instaurou uma sindicância para apurar todas as circunstâncias relativas aos fatos e adotar as providências necessárias. Toda a dinâmica mostrada nas imagens, envolvendo um civil em práticas exclusivamente militares, não é permitida e fará parte das investigações”, informou.

Leia também

Mortes comemoradas com ‘cigarros e bebidas’

Em um dos trechos do vídeo, um dos policiais entrevistados pelo youtuber comenta que o pelotão que faz parte comemora a morte de criminosos “com cigarros e bebidas”.

“Quando matamos um bandido, nós celebramos com cigarro e bebidas. [Com o batalhão?] Não, só o pelotão. Como dissemos antes, o pelotão é como uma família”, afirma o militar.

O vídeo foi reeditado e a fala do policial foi cortada.

À Itatiaia, a SSP disse: “A pasta destaca, ainda, que a frase dita por um dos agentes, mencionada pela reportagem, não condiz com as práticas adotadas pelas forças de segurança do Estado. As polícias paulistas são instruídas e continuamente capacitadas para agirem dentro da lei. Excessos e desvios não são tolerados e todos os casos são punidos com rigor”, afirma.


Participe dos canais da Itatiaia:

Fernanda Rodrigues é repórter da Itatiaia. Graduada em Jornalismo e Relações Internacionais, cobre principalmente Brasil e Mundo.
Leia mais