Ouvindo...

Times

Chuvas voltam a atingir Serra Gaúcha e transformam cachoeira em água barrenta; veja vídeo

Uma série de boletins com alerta sobre a elevação dos rios está valendo até está segunda-feira (17); choveu em um dia entre 100% e 150% da média histórica do mês todo

As fortes chuvas voltaram a atingir o Rio Grande do Sul nesse domingo (16). A Serra Gaúcha foi um dos lugares mais atingidos e a vazão do Arroio Pinhal no Parque Salto Ventoso, localizado no município de Farroupilha, aumentou drasticamente.

Em um vídeo foi possível ver o grande volume de água da enxurrada que transformou o rio em um corredor de água barrenta.

O domingo foi marcado por chuvas excessivas, que atingiram a metade do Rio Grande do Sul, com marcas de 100 mm a 200 mm, que trouxeram quedas de barreiras, deslizamentos de terra e inundações por transbordamento de cursos de água menores como arroios.

Confira o vídeo da cachoeira, aqui!

Uma frente fria chegou durante o sábado (15) ao estado gaúcho com chuva na maioria dos municípios. De acordo com o MetSul, choveu em um dia entre 100% e 150% da média histórica do mês todo, o que caracteriza chuva excessiva no maior episódio de precipitação no estado desde a chuva extraordinária do fim de abril e o começo de maio.

Onde mais choveu foi em faixa entre o Alto Jacuí, a região de Soledade, os vales, Norte da Grande Porto Alegre, a Serra, Aparados e localidades mais ao Norte do Litoral Norte.

Alerta de elevação dos rios

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul emitiu, na noite desse domingo (16), uma série de boletins com alertas sobre a elevação dos rios Taquari, Caí, Paranhana, Cadeia e rio dos Sinos, que está em elevação a partir de Taquara. Os avisos valem, até o momento, até às 19h desta segunda-feira (17), exceto se houver atualizações de emergência. A recomendação é que a população que mora em áreas com histórico de alagamentos ou inundações procure abrigo em local seguro.

Os altos volumes de chuva registrados durante o fim de semana vão levar inevitavelmente a uma elevação do Guaíba nesta semana em Porto Alegre, com uma trajetória de alta se iniciando nesta segunda. No começo da manhã de hoje, o Guaíba estava ao redor de dois metros no Cais Mauá, logo um metro abaixo da cota de transbordamento no local e mais de três metros abaixo do pico da cheia de maio.

Dois rios importantes que deságuam no Guaíba estão passando por cheias. São os casos do Taquari e do Caí que já causam inundações nos vales. No começo da manhã, o Taquari chegava a 22 metros em Estrela e seguia subindo, com tendência de elevação ainda durante esta segunda, mas sem previsão de se aproximar do pico da cheia de maio de 33 metros. As águas do Taquari chegam entre 24h e 36 horas depois na área de Porto Alegre.

Os avisos do órgão estadual também pedem atenção a eventos de chuva intensa com risco de alagamentos, ventos fortes e descargas elétricas para todos as regiões, com validade até a manhã desta segunda. Para quaisquer casos de emergência, canais prioritários para pedidos de informação e socorro são o 190 e 193.

“Caso seja surpreendido pelo tempo severo, busque abrigo, e não atravesse alagamentos a pé ou, mesmo, de carro. Procure informações junto à Defesa Civil da sua cidade, conheça os Planos de Contingência municipais para saber quais os riscos e como agir em caso de desastre no seu município”, aconselha, a nota de alerta.

O Rio Grande do Sul deve ser atingido por uma frente fria, o que aumenta as chances de chuvas fortes e diminui as temperaturas da região — com exceção do extremo norte do estado, segundo a Climatempo.

Leia também


Participe dos canais da Itatiaia:

Formada em jornalismo pelo Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH), já trabalhou na Record TV e na Rede Minas. Atualmente é repórter multimídia e apresenta o ‘Tá Sabendo’ no Instagram da Itatiaia.
Leia mais