Ouvindo...

Times

Estado de saúde de menina baleada ao voltar de balé no Rio de Janeiro é grave; saiba detalhes

Ana Beatriz Barcelos Nascimento voltava da aula de balé quando foi baleada nas costas

Ana Beatriz Barcelos Nascimento, de 13 anos, foi vítima de uma bala perdida enquanto voltava da aula de balé na tarde desta quinta-feira (13) na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio de Janeiro. A adolescente foi atingida nas costas durante um confronto entre policiais militares e traficantes.

De acordo com depoimentos, os policiais militares envolvidos na ocorrência relataram ter disparado 22 tiros de fuzil, sendo que um dos agentes afirmou ter atirado 17 vezes. As armas dos policiais foram apreendidas para perícia.

Ana Beatriz foi socorrida por vizinhos e levada ao Hospital Municipal Evandro Freire, onde passou por cirurgia antes de ser transferida para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro do Rio. Seu estado de saúde ainda é considerado grave.

Os policiais explicaram que estavam realizando diligências para apurar denúncias de extorsões praticadas por traficantes contra motoristas quando foram atacados em uma comunidade. Durante o confronto, os disparos ocorreram e, após o tiroteio, souberam que uma criança havia sido atingida.

Leia também

Além das armas, as câmeras corporais dos agentes foram requisitadas para análise. A polícia continua investigando a origem do tiro que atingiu Ana Beatriz.


Participe dos canais da Itatiaia:

Diana Rogers tem 34 anos e é repórter correspondente no Rio de Janeiro. Trabalha como repórter em rádio desde os 21 anos e passou por cinco emissoras no Rio: Globo, CBN, Tupi, Manchete e Mec. Cobriu grandes eventos como sete Carnavais na Sapucaí, bastidores da Copa de 2014 e das Olimpíadas em 2016.
Leia mais