Ouvindo...

Times

Polícia identifica dois atiradores suspeitos de envolvimento em morte de família no Rio de Janeiro

Crime ocorreu em março deste ano, e chocou pela violência

A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG) identificou dois atiradores envolvidos na morte de uma família em Niterói, na Região Metropolitana do Rio.

O caso ocorreu em março deste ano. Na ocasião, Filipe Rodrigues, a mulher Rayssa dos Santos Ferreira e o filho deles, de apenas sete meses, foram assassinados dentro de um carro.

De acordo com as investigações, Marcos Patrick de Silva de Aquino, de 33 anos, e Fabiano da Conceição da Silva, de 30 anos são traficantes da comunidade do Castro, na mesma região.

Fabiano foi morto no mesmo mês do crime e a polícia suspeita que o assassinato tenha sido cometido pelos próprios comparsas do suspeito. Já Marcos, que estava num carro atrás do veículo da família, teria feito os disparados. 


Leia também

Ainda de acordo com as investigações, os suspeitos atiraram contra a família após Felipe enganar os traficantes da Comunidade do Castro ao se passar por policial militar corrupto e pedir R$ 50 mil para identificar e entregar um suposto informante. Ele recebeu parte do dinheiro e quando foi receber a segunda parcela foi vítima de uma emboscada com a família.

Anteriormente, em abril deste ano, um terceiro envolvido já havia sido preso pelos policiais. Wesley Pires da Silva Sodré, foi capturado por ligação com o mesmo crime.

Além disso, também foi identificado que o líder do tráfico de drogas na localidade seria o mandante do crime. Ele e o outro autor identificado estão foragidos. As investigações continuam.


Participe dos canais da Itatiaia:

Diana Rogers tem 34 anos e é repórter correspondente no Rio de Janeiro. Trabalha como repórter em rádio desde os 21 anos e passou por cinco emissoras no Rio: Globo, CBN, Tupi, Manchete e Mec. Cobriu grandes eventos como sete Carnavais na Sapucaí, bastidores da Copa de 2014 e das Olimpíadas em 2016.
Leia mais