Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Vídeo: vereador culpa ‘peso das árvores’ por deslizamentos no RS e propõe desmatamento

Sandro Fantinel (PL) foi rebatido por outro vereador após discurso na Câmara de Caxias do Sul (RS); tragédia já matou 151 pessoas, enquanto mais de 100 seguem desaparecidos

Um vereador de Caxias do Sul (RS) afirmou que os deslizamentos durante as fortes chuvas no Rio Grande do Sul teriam sido causadas pelo ‘peso das árvores’ que ficam na beira de estradas gaúchas. Sandro Fantinel (PL) chegou a sugerir, durante sessão da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul na última terça-feira (14), que deveria ser feito um desmatamento dessas áreas para supostamente evitar novos deslizamentos.

‘Eu vou apresentar um projeto nesta casa para que em todas as estradas principais do interior sejam retiradas a vegetação 5 metros para cada lado. [...] Porque, o que faz desmoronar? O que faz cair a barreira? O peso das árvores. Porque com os solos encharcados, as raízes não seguram mais. Com o peso, despenca tudo junto com a terra.. E faz todos os desastres que vimos aí’, disse Santinel durante o discurso (veja o vídeo acima).

O vereador continua: ‘Não interessa se é mata nativa, não interessa se é pinheiro, não interessa. O que é que vale? A vida humana. E quantos se perderam nessa situação’. O político foi rapidamente rebatido por um colega de Casa, o vereador Rafael Bueno (PDT), que é professor de Geografia.

‘Acho que botei meu diploma no lixo... Eu não sei de onde o senhor, nesses grupos de WhatsApp, tira tanta Fake News pra espalhar. Como é que o senhor faz incentivo para o desmatamento?’

Leia também

Tragédia no RS

O Rio Grande do Sul decretou estado de calamidade pública em centenas de cidades. Segundo a Defesa Civil, as fortes chuvas que atingem o estado gaúcho, desde o dia 29 de abril, já afetaram mais de 1 milhão pessoas. De acordo com os dados mais atualizados, são 151 mortos, 104 desaparecidos e mais de 160 mil desalojados.

A Marinha do Brasil enviou equipes, embarcações, aeronaves e viaturas para ajudar no resgate. A Força Aérea Brasileira enviou dois helicópteros para resgatar vítimas em cidades isoladas por causa das interdições nas rodovias, como Candelária, por exemplo.

Como ajudar?

Segundo as autoridades, desabrigados e desalojados que foram acolhidos pela Defesa Civil precisam não só de alimentos, como também de colchões, roupas de cama e banho e também cobertores. Quem mora na região de Porto Alegre pode contribuir presencialmente no Centro Logístico da Defesa Civil Estadual (avenida Joaquim Porto Villanova, 101, bairro Jardim Carvalho, Porto Alegre).

Além de receber doações de vários itens, as autoridades permitem a doação de qualquer tipo de valor em dinheiro. Para permitir a colaboração de pessoas de outras cidades e estados, o Governo do Estado criou uma chave Pix para receber doações. Quem quiser contribuir, pode fazer um Pix para o CNPJ 92958800000138.


Participe dos canais da Itatiaia:

Jornalista formado pela UFMG, com passagens pela Rádio UFMG Educativa, R7/Record e Portal Inset/Banco Inter. Colecionador de discos de vinil, apaixonado por livros e muito curioso.
Leia mais