Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Corpos dos nove passageiros mortos em acidente com ônibus de turismo chegam ao RJ

O tombamento do coletivo, que aconteceu na BR-101, altura da cidade Teixeira de Freitas, do sul da Bahia, também deixou 23 feridos

Os corpos dos nove passageiros que morreram em um grave acidente envolvendo um ônibus de turismo que saiu do Rio de Janeiro em direção à Bahia chegam neste sábado (13) oje à capital fluminense.

O acidente, que aconteceu na BR-101, altura da cidade Teixeira de Freitas, do sul da Bahia, também deixou 23 feridos.

Entre os mortos está um casal de namorados que morava em Bangu, na Zona Oeste do Rio. Cléa Conceição de Faria, 74 anos, e Valter Nery, 84 anos, serão sepultados neste sábado, às 14h30, no Cemitério de Campo Grande, também na Zona Oeste.

A tragédia aconteceu por volta da 4 da manhã dessa quinta-feira (11). Um ônibus da empresa RM Viagens e Turismo, com sede do Rio de Janeiro, saiu da Penha, na Zona Norte do RJ, com destino a Porto Seguro, na Bahia, levando 34 passageiros. O veículo bateu em um barranco e tombou quando passava pela BR-101.

A polícia baiana segue investigando as causas do acidente. O tacógrafo do coletivo vai ajudar a descobrir a velocidade do ônibus nos momentos que antecederam a colisão.

O motorista do coletivo acredita que um veículo com farol alto na direção contrária possa ter prejudicado sua visão. Além dele, passageiros e outras testemunhas estão sendo ouvidos. Nas redes sociais, a empresa RM Viagens e Turismo disse que está prestando suporte necessário aos envolvidos e se colocou à disposição para fornecer qualquer informação para amenizar os impactos do ocorrido. A filha da organizadora da excursão, Lara da Silva, disse que a mãe sempre se preocupou com a regularização dos coletivos.

“A minha mãe procurava muito o ônibus legalizado, com toda a documentação em dia, com motorista apto para aquilo. A gente não tem palavras para os familiares, e para essas pessoas que perderam seus entes queridos. É tudo muito triste ainda mais quando a pessoa sai de casa para se divertir, para curtir momentos, e acontece essa fatalidade.”

Leia também


Participe dos canais da Itatiaia:

Diana Rogers tem 34 anos e é repórter correspondente no Rio de Janeiro. Trabalha como repórter em rádio desde os 21 anos e passou por cinco emissoras no Rio: Globo, CBN, Tupi, Manchete e Mec. Cobriu grandes eventos como sete Carnavais na Sapucaí, bastidores da Copa de 2014 e das Olimpíadas em 2016.
Leia mais