Ouvindo...

Times

Polícia tenta descobrir circunstâncias das mortes de bebê e de casal em Niterói (RJ)

Investigadores buscam informações para identificar os responsáveis pelas mortes, assim como câmeras de segurança que possam ter flagrado a ação dos criminosos

A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí tenta descobrir as circunstâncias que resultaram na morte de um bebê e um casal na noite do último domingo (17).

De acordo com o delegado Willians Batista, o primeiro passo é entender melhor quem são as vítimas para descobrir a motivação do crime.

Miguel Filipe dos Santos Rodrigues, tinha acabado de completar 7 meses de vida. O bebê foi baleado na cabeça dentro do carro da família, que havia sido atingido por diversos disparos de armas de fogo. O caso ocorreu em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro.

Acionada, a Polícia Militar já encontrou os pais do menino, Filipe Rodrigues e Rayssa dos Santos Ferreira, sem vida. Já o bebê tinha sido socorrido por testemunhas.

No início da manhã desta segunda-feira (18), o Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, informou que a criança chegou a ser submetida a uma cirurgia, mas sofreu duas paradas cardiorrespiratórias e acabou morrendo.

A área onde o carro foi encontrado foi isolada para a perícia. Segundo a Polícia Civil, os investigadores levantam informações para identificar os responsáveis pelas mortes, assim como câmeras de segurança que possam ter flagrado a ação dos criminosos.


Essa notícia é fornecida em parceria com a CNN Brasil

Acompanhe as últimas notícias produzidas pela CNN Brasil, publicadas na Itatiaia.
Leia mais