Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Aves do rabo rosa chamam a atenção no Rio Pinheiros, em SP; seria flamingo? Conheça a espécie

Essas aves se dispersam e migram após o período de ciclo reprodutivo, o que tem relação com períodos de seca e inundação que vão alterar a disponibilidade de alimento da espécie

Registros nas redes sociais, postados no sábado (16), flagraram aves de cauda rosa no Rio Pinheiros, na zona oeste da capital paulista, entre a ciclovia e o Parque Linear Bruno Covas. Embora quem bata o olho possa se confundir e pensar que são flamingos, na verdade, são colhereiros (Platalea ajaja), conforme informou a Secretaria de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística (Semil).

“Trata-se de espécie migratória que escolheu alguns locais do rio para descanso pelo fato de o nível do leito estar baixo. Isso aumenta a oferta de alimento, principalmente matéria orgânica como pequenos peixes, por exemplo”, explicou a pasta estadual ao Estadão.

O nome peculiar é uma referência ao formato do bico, que, na ponta, ganha uma forma espatulada, que lembra uma colher.

Veja o vídeo:

Leia também

De acordo com a dissertação de mestrado de Carolina Isabel Miño, defendida em 2006 na Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR) a ave de porte médio tem uma altura que varia de 75 a 80 centímetros - os machos tendem a ser levemente maiores -, e pesa entre 1,2 e 1,8 quilo.

Eles estão presentes desde a Argentina até os Estados Unidos. Segundo Carolina, essas aves se dispersam e migram após o período de ciclo reprodutivo, o que tem relação com períodos de seca e inundação que vão alterar a disponibilidade de alimento da espécie. No Brasil, escreveu ela, eles migram do Pantanal e dos banhados do Rio Grande do Sul para outras regiões.

A ave é considerada aquática. Segundo a especialista, se reproduzem em uma “variedade de ambientes aquáticos”, que vão de manguezais e pântanos até lagos e lagoas.

Participe dos canais da Itatiaia:

Acompanhe as últimas notícias produzidas pelo Estadão Conteúdo, publicadas na Itatiaia.
Leia mais