Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Vídeo: veja os estragos causados por temporal que causou mortes no Rio de Janeiro

Bombeiros informaram que a corporação foi acionada para mais de 130 ocorrências relacionadas às chuvas, nas últimas 24 horas, em todo o estado

A chuva forte que caiu em boa parte do estado do Rio na noite desta quarta-feira (21), causou estragos em diversos municípios.

A Baixada Fluminense foi uma das regiões mais afetadas pelo temporal. Na cidade de Japeri, um menino de dois anos e uma mulher morreram após o desabamento de uma casa.

Em Belford Roxo, o Rio Botas transbordou. Casas e lojas ficaram alagadas causando transtornos aos moradores e comerciantes do município. Carros foram arrastados pela correnteza.

A chuva também provocou alagamentos na cidade de Nova Iguaçu, onde um jovem resgatou mãe e duas crianças que estavam dentro de um carro, no meio do temporal. Em apenas três horas, a cidade registrou o volume de chuva de 140mm. O número é acima da média prevista para o mês de fevereiro, que é de 119mm.

Sul do estado

A região sul do estado também ficou bastante castigada por conta das chuvas. Em Barra do Piraí, uma mulher morreu após um deslizamento de terra atingir um prédio de três andares. Durante a madrugada, o asfalto cedeu e a BR-393 (Rodovia Lúcio Meira) foi interditada nos dois sentidos.

Bombeiros informaram que a corporação foi acionada para mais de 130 ocorrências relacionadas às chuvas, nas últimas 24 horas, em todo o estado. Segundo a Defesa Civil Estadual, há risco hidrológico alto ou muito alto nas cidades de Nova Iguaçu, Queimados, Barra do Piraí, Mendes, Paracambi, Porto Real, Engenheiro Paulo de Frontin, Japeri, Belford Roxo e Rio de Janeiro com possibilidade de inundações e alagamentos.

O monitoramento segue em tempo real e segundo o órgão qualquer alteração ou intensificação das condições climáticas poderá resultar na elevação dos níveis de risco do Cemaden-RJ.

Para esta quinta-feira (22), a previsão é de sol com algumas nuvens, com possiblidade de pancadas de chuva moderada nos períodos da tarde e noite.

Leia também

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Diana Rogers tem 34 anos e é repórter correspondente no Rio de Janeiro. Trabalha como repórter em rádio desde os 21 anos e passou por cinco emissoras no Rio: Globo, CBN, Tupi, Manchete e Mec. Cobriu grandes eventos como sete Carnavais na Sapucaí, bastidores da Copa de 2014 e das Olimpíadas em 2016.
Leia mais