Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Suspeito de matar esposa asfixiada no Paraná é denunciado pelo Ministério Público

Tiago Trindade de Siqueira asfixiou Eduarda Amabile Correia após ela se negar a desbloquear o celular para ele

Tiago Trindade de Siqueira, homem suspeito de asfixiar a esposa após ela se negar a desbloquear o celular, foi denunciado por homicídio triplamente qualificado pelo Ministério Público do Paraná, na noite dessa quarta-feira (21). Eduarda Amabile Correia foi morta em 29 de janeiro no Paraná.

A informação é do UOL. O MP aponta como agravantes feminicídio, meio cruel e motivo fútil. O suspeito havia sido preso em flagrante no mesmo dia do crime. Na época, ele confessou, segundo a Polícia Civil, e segue em prisão preventiva.

Leia também

Tiago acreditava que Eduarda estava o traindo em aplicativos de relacionamento e, por isso, teria pedido a ela que desbloqueasse o celular. Ela não aceitou, os dois começaram a brigar e Tiago a asfixiou.

Eduarda chegou a ser levada por familiares de Tiago até uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), mas ela não resistiu. A família de Eduarda afirmou que ela nunca havia comentado sobre ocorrências de violência doméstica por parte de Tiago.

A defesa do suspeito irá constestar a acusação do MP.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Jornalista formada pela PUC Minas. Mineira, apaixonada por esportes, música e entretenimento. Antes da Itatiaia, passou pelo portal R7, da Record.
Leia mais