Ouvindo...

Times

Homem atingido por aparelho de musculação passa por cirurgia e já consegue sentar

Regilânio da Silva Inácio, 42 anos, tem menos de 1% de chance de voltar a andar; ele ainda não sente as pernas

O homem atingido por um aparelho de musculação em uma academia de Juazeiro do Norte, no Ceará, já passou por cirurgia e consegue sentar. Contudo, ele ainda não sente as pernas. O peso de 150 kg caiu na nuca da vítima na última sexta-feira (4). O motorista de aplicativo Regilânio da Silva Inácio, 42 anos, teve uma lesão na medula espinhal em decorrência do impacto e pode ficar paraplégico.

A lesão, considerada gravíssima por médicos e especialistas, aconteceu entre a vértebra T12 (fim da parte torácica) e a L1 (início da parte lombar). Chamada de listese, a lesão se caracteriza pelo deslocamento das vértebras e causa dor e comprometimento da medula espinhal - o que pode resultar na perda dos movimentos.

Em entrevista ao G1, o médico neurocirurgião José Correia Júnior relatou o estado de Regilânio: “O paciente encontra-se bem, otimista. Já começou a sentar, se alimentar sentado. Está em fisioterapia intensiva, com reabilitação motora, mobilidade no leito, ativa e passivamente. Essa mobilidade é fundamental para o início do estímulo neurológico que ele precisa agora”, disse o especialista.

Nesse sábado (5), o Hospital Santo Antônio informou, por meio de nota, que a cirurgia que durou quatro horas e ocorreu sem intercorrências. Foram colocados 12 pinos para realinhar a coluna de Regilânio. “Sobre a lesão grave na coluna, o paciente tem menos de 1% de chance de voltar a andar”, disse o comunicado.

Vaquinha para pagar cirurgia

A família do motorista de aplicativo criou uma vaquinha virtual para arrecadar doações. O objetivo, que era arrecadar R$ 35 mil para pagar a operação, já foi atingido, mas o público ainda pode fazer doações via Pix ou pelo site vakinha.com.br. Mais informações estão disponíveis no perfil @todospeloregi no Instagram.

(Sob supervisão de Marina Dias)

Fernanda Rodrigues é repórter da Itatiaia. Graduada em Jornalismo e Relações Internacionais, cobre principalmente Brasil e Mundo.
Leia mais