Wellington Campos

Coluna do Wellington Campos

Veja todas as colunas

Vem aí o Brasileirão 2017. Vamos apostar?

Vem aí o Brasileirão 2017. Vamos apostar?

07/04/2017 às 03:30
Foto: Rafael Ribeiro/CBF
Vem aí o Brasileirão 2017. Vamos apostar?

É comum no mundo do futebol anunciar o Campeonato Brasileiro como sendo o mais difícil do mundo. Afinal, "é uma competição que todos os vinte participantes são candidatos ao título”. Frase de Telê Santana.

As apostas são sempre quem vai ser campeão e quais os quatro clubes serão rebaixados.

Esse ano, estou bem animado com Atlético e Cruzeiro. Não necessariamente nesta ordem. Mas, podem brigar sim por coisas boas no Brasileirão’2017.

Diferente do ano passado, quando brigou para não cair, o Cruzeiro acertou a mão com Mano Menezes que, contratado ainda na última temporada, teve tempo e capacidade para acertar o grupo e definir um time. E o melhor, com um belo toque de bola. Tradição Celeste.

Vejo o elenco azul muito melhor, mais confiante e impondo respeito aos adversários. Vai brigar.

Gosto do trabalho do técnico Roger Machado no Galo. Bom elenco e uma boa possibilidade de fazer um campeonato na parte alta da tabela. Porém, precisa de um pouco mais de sorte com as lesões e evitar os cartões vermelhos. Mas é um dos meus favoritos.

Palmeiras e Flamengo se candidatam naturalmente pelos elencos que possuem. Resta saber se vão confirmar tal superioridade.

Vejo Fluminense, Santos, Botafogo, Grêmio e Sport como bons times. Vasco, São Paulo e Atlético Paranaense são incógnitas para apostas ao título.

E quem vai cair? Aí, vou precisar de algumas rodadas e, mesmo assim, não dará para cravar os rebaixados. Já vimos superações quase impossíveis no campeonato de pontos corridos.

O fato novo do ano é a Libertadores e Sul-Americana até o final da temporada. Quem não tiver elenco vai ficar pelo caminho. Pode apostar.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Enquanto o grupo ganha cerca de US$ 15 mil por minuto, mais de 163 milhões de pessoas estão na faixa da pobreza

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    CONTEÚDO PUBLICITÁRIO O endividamento das famílias aumentou e um dos principais motivos é a utilização do recurso que cobra um dos juros mais altos do mercado. Os juros do ro...

    Acessar Link