Wellington Campos

Coluna do Wellington Campos

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Quem vai derrubar quem?

Quem vai derrubar quem?

06/05/2013 às 02:27

Aqui em Belém do Pará, tive a oportunidade de assistir Cruzeiro x Vasco da Gama pela Tevê, e acompanhar a sétima partida sem vitória do time celeste, em mais uma rodada fúnebre para o futebol mineiro, com três derrotas.

Vi Diego Souza, que não jogou nada quando esteve no Atlético, acabar com o Cruzeiro antes de se apresentar a Seleção Brasileira para o jogo com a Argentina e se tornar a nossa maior esperança de vitória na quarta-feira no Estádio Mangueirão. Vi também, uma torcida que não tem o menor costume de conviver com crise, amargurando a parte baixa da tabela.

Evidente que ainda temos muitos jogos pela frente, porém, o alerta já está ligado e insiste em piscar. Conseguirá o cruzeirense fazer como a torcida do Fluminense em 2009 e carregar o time no colo?

É bom lembrar, depois da gritaria da imprensa nos dois últimos campeonatos sobre se esforçar ou não para que o seu rival não seja campeão, a CBF resolveu colocar os clássicos regionais na última rodada, ou seja, Cruzeiro e Atlético fecham o campeonato.

Tomara que não, mas se continuar assim, no clássico com apenas torcedores do Cruzeiro, um pode decretar o rebaixamento do outro, ou até dos dois, já estou batendo na madeira e isolando isso aí.

Infelizmente o Atlético tem convivido mais com as crises nos últimos anos, mas o Cruzeiro não. E agora sente na carne como dói estar lá embaixo no campeonato.

É torcer muito e rápido, para que os mineiros saiam dessa situação para evitar no início de dezembro a famosa frase "quem vai derrubar quem?"

E eu aqui torcendo por dias melhores para o nosso futebol. Vamos reagir América, Atlético e Cruzeiro, ainda dá tempo, mas por pouco tempo.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Declaração foi dada pelo diretor Hans Kluge, do escritório europeu da organização #itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Sem 'expectativa de redução de preços', entidade cita risco de desabastecimento com fechamento de revendas #itatiaia

    Acessar Link