Wellington Campos

Coluna do Wellington Campos

Veja todas as colunas

Esportes

LIBRA S.A., será que a liga vai nascer?

"Que a LIBRA S.A. seja bem lucrativa e consiga unir os egos inflamados dos dirigentes de alguns clubes"

03/05/2022 às 03:09
LIBRA S.A., será que a liga vai nascer?

A terça feira, dia 03 de maio de 2022, pode entrar para a historia do futebol brasileiro como a data do nascimento da LIBRA S.A., a Liga dos clubes do Brasil. 

Incialmente anunciada com sete clubes e depois reduzido para seis fundadores, vários participantes da reunião de São Paulo em hotel de luxo não confirmam ainda a chegada da grande proposta de organização do nosso mais querido esporte.

As desavenças financeiras foi o motivo da morte do Clube dos Treze, que foi gerado em 1987 com a Copa União, à época, como pai da criança João Henrique Areias, ex executivo de uma empresa internacional, e como padrinhos, Carlos Aidar, presidente do São Paulo, Fábio Koffef do Grêmio e Eurico Miranda, vice vascaíno, sob a benção de Márcio Braga do Flamengo. Isso para citar alguns.

Hoje Mário Celso Petraglia do Athetico PR, puxa a fila dos insatisfeitos com a divisão das cotas da TV Globo que paga mais para Flamengo e Corinthians. A insatisfação que reflete em outros time como Galo, Fluminense, Botafogo, e outros.

Está programada uma nova reunião para dia 12 de maio, quinta feira, na sede da CBF com os 40 times das Séries A e B. A idéia é transformar a segunda divisão num produto tão lucrativo quanto o da primeira. O Cruzeiro que está na Série B já há 3 anos deixou de receber da TV cerca de R$ 270 milhões. O Vasco repetindo a B, em 2 anos, perdeu R$ 220 milhões nos direitos de televisão.

Escaldado que fiquei com esse assunto de criação de liga no Brasil estou rezando para dar tudo certo. Que a LIBRA S.A. seja bem lucrativa e consiga unir os egos inflamados dos dirigentes de alguns clubes. 

Amém.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou