Wellington Campos

Coluna do Wellington Campos

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Obras do Mineirão que nos encantam

Obras do Mineirão que nos encantam

06/05/2013 às 02:27

A SECOPA distribuiu um video das obras do novo Mineirão para Copa do Mundo de 2014, porém, experimentando antes, o gostinho do grande evento com a Copa das Confederações 2013. Muito bem produzido, vale a pena dar uma olha. Aconselho até mais de uma vez para captar detalhes do querido Estádio Magalhaes Pinto. O video é capaz de retratar como funciona hoje a engenharia de grandes obras, passando o carinho como 1.700 operários cuidam da casa grande do futebol mineiro. A FIFA já garantiu que esses verdadeiros artistas da arquitetura, terão ingressos especiais para ver os jogos do Mundial. Aliás, eles possuem o direito de contemplar suas obras com sorriso nos lábios e lágrimas de orgulho nos olhos. Vão contar até o fim de suas vidas que foram esses guerreiros que fizeram o novo Mineirão. Merecem nossos aplausos desde já. Eu sei que cada torcedor pensa do seu jeito as obras da Copa do Mundo aqui no Brasil. Já ouví de tudo. Tem os ansiosos pelo evento, outros estão odiando tudo que está acontecendo, além daqueles que preferiam o velho Mineirão. Esse direito também é sagrado ao torcedor, amante do futebol. Estamos vivendo uma transformação nas arenas esportivas do futebol brasileiro. Além dos 12 estádios da Copa do Mundo, Palmeiras, Grêmio e o Independência estarão modernizados e certamente obrigará outros clubes a reconstruir equipamentos de ponta. Todos sairão vencedores dessa disputa. Aqui no Rio de Janeiro, por morar próximo ao Maracanã, tenho oportunidade de passar todos os dias por ele. Dá para respirar o frenesi dos 3.500 funcionários que correm para entregar o estádio em fevereiro 2013, a tempo da Copa das Confederações. No meu direito de torcedor, confesso ser um apaixonado por Copa do Mundo, estádios novos, o cerimonial das partidas, lagrimejar com o Hino Nacional e querer ser campeão sempre. Vale a pena ver o video do novo Mineirão que nos encantam.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Antes da pandemia, cerca de 3.500 profissionais atuavam na área; agora, não é possível precisar o número #itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Mais de 30 militares foram acionados para o combate às chamas, que durou cerca de seis horas #itatiaia

    Acessar Link