Ouça a rádio

Compartilhe

No país da Copa, taxista faz a própria tabela

EBC

Ao lado da Seleção Brasileira na Rússia, país da Copa do Mundo, e aqui em Berlim, local do amistoso contra a Alemanha, a reportagem da Rádio Itatiaia procura detalhes que possam ajudar os brasileiros que irão ver de perto os jogos do mundial e, ao mesmo tempo, acompanhar o trabalhado do técnico Tite e seus jogadores antes da convocação final, programada para o início de maio.

Sobre a Rússia, devo dizer que os turistas devem evitar os táxis. Os motoristas fazem suas próprias tabelas e cobram quanto quiser por uma corrida. Curta ou não. Depende da cara do passageiro. A melhor opção é recorrer aos aplicativos, como Uber.

Os russos não falam inglês. Nas ruas e no metrô não há nenhuma informação em outro idioma. Outra dificuldade para quem irá à Copa. O Google Tradutor ajuda bastante.

Por outro lado, a internet funciona bem na terra da vodka. Não tivemos nenhum problema com redes ou transmissões. A velocidade é muito boa. Ah, não experimentei nenhuma vodka. Fico devendo. Já a cerveja é muito boa. São estrangeiras.

Sobre o time do professor  Tite, posso dizer que vi boas atuações de vários atletas. Destacando Thiago Silva, Casemiro, Paulinho, Willian e. principalmente, Philipe Coutinho. Acima da média dos demais.

Philipe Coutinho foi lembrado pelo técnico alemão Joachim Löw e seus atletas, como Boateng e Gundogan. A imprensa espanhola diz que hoje ele está no mesmo nível de Neymar. Tite o define como atleta completo e que está amadurecendo muito rápido e bem.

Aliás, o próprio Tite avisa: temos vagas em aberto no time e no grupo.  É por aí. Lista final somente em maio.