Wellington Campos

Coluna do Wellington Campos

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Ninguém segura o comércio de jovens atletas no Brasil

A sensação que dá é que falta assunto para escrever. Não é. Muito pelo contrário, a realidade do futebol brasileiro é essa. Não é perder de 7 x 1 para a Alemanha, dentro de casa, que salvará...

02/09/2014 às 01:25

A sensação que dá é que falta assunto para escrever. Não é. Muito pelo contrário, a realidade do futebol brasileiro é essa. Não é perder de 7 x 1 para a Alemanha, dentro de casa, que salvará os nossos atletas. A verdade é que não temos mecanismos ou leis para segurar. Lá fora, o dinheiro fala mais alto e aqui os empresários enchem seus bolsos na primeira boa oportunidade.

Enquanto escrevo esse texto, dois jovens promissores são apresentados na Europa. O zagueiro Dória, que mal fez 19 anos e já não pertence ao Botafogo. A equipe carioca, aliás, ficará apenas com 30% da transação, pois os outros 70% dos direitos econômicos já não eram do clube há algum tempo. Dória, destaque brasileiro em duas edições do Torneio de Toulon, foi contratado pelo Olympique de Marselha, da França.

Ali perto da França, em Portugal, o meia Otávio,19 anos, também era apresentado pelo FC Porto. A joia do Internacional foi embora negociado por 5 milhões de euros. Ficou apenas cinco anos no Colorado Gaúcho. Nem deu tempo do torcedor brasileiro conhecê-lo melhor e já foi vestir outra camisa. Se quiser contar com ele na Seleção Brasileira, o técnico Alexandre Gallo terá que incluir Otávio na sua extensa lista de observações.

Já o torcedor do Cruzeiro vibrou com a recusa da diretoria em vender o meia Everton Ribeiro para o Monaco, da França, por 10 milhões de euros. O clube celeste que, nesse momento, tem vários jogadores do seu elenco atual, e de sua base formadora, negociados nas duas seleções do Brasil em amistosos pelo mundo, como Lucas Silva, Alisson, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart. Sem falar de Wallace e Vinícius Araújo, formados recentemente, além de Maicon e Ramires que atuaram no líder do Brasileirão, em busca do bicampeonato nacional.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Entre as drogas estavam 307 quilos de maconha

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Negócio envolve R$ 7,5 bilhões e a aquisição de 386 unidades de varejo de autosserviço

    Acessar Link