Wellington Campos

Coluna do Wellington Campos

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Hora de opinar no Comitê de Reforma do Futebol Brasileiro

Com a presença do presidente da Federação Mineira de Futebol (FMF), Castellar Neto, a CBF anunciou a criação do Comitê de Reforma do Futebol Brasileiro.

19/02/2016 às 12:17

Com a presença do presidente da Federação Mineira de Futebol (FMF), Castellar Neto, a CBF anunciou a criação do Comitê de Reforma do Futebol Brasileiro. Antes de apresentar os pontos que serão atacados, a imprensa e o torcedor poderão fazer sugestões para melhorar a nossa maior paixão.

O Dr. Walter Feldman, secretário geral da CBF e presidente do Comitê, convocou os torcedores para opinar naquilo que pode ser melhorado. O primeiro ponto é um código de ética que será aprovado até abril desse ano.

É hora de criticar e ajudar. Não devemos perder essa oportunidade. Abaixo os pontos que serão atacados pelo comitê formado por 17 pessoas ligadas ao futebol:

I. Reforma do Estatuto: Ajustes no Estatuto Social da Entidade que refletem a implantação de planos de ação de âmbito estatutário.

II. Código de Ética: Decisões acerca do conteúdo e do processo de fiscalização do futuro Código de Ética da Entidade.

III. Transparência e Conformidade: Disponibilização de informações e documentos da CBF, tais como, demonstrativos financeiros, políticas de patrocínio, Estatuto e Código de Ética, bem como a implantação de mecanismos de controle de aderência aos mesmos.

IV. Licenciamento e Registro: Decisões sobre registro e licenciamento de clubes nacionais.

V. Responsabilidade Social: Fomento das ações de responsabilidade social.

VI. Internacionalização do Futebol Brasileiro: Decisões sobre a estratégia de internacionalização da marca da Entidade e do Futebol Brasileiro, bem como a sua atuação no exterior.

VII. Impactos regulatórios e tributários: Elaboração de agenda propositiva para aprimoramento do arcabouço legal e tributário.

VIII. Futebol Feminino: Desenvolvimento do Futebol Feminino no Brasil.

IX. Categoria de Base: Desenvolvimento e fomento das categorias de Base do Futebol Brasileiro.

X. Tecnologia e Inovação no Futebol: Decisões sobre novas tecnologias a serem empregadas no âmbito do Futebol.

XI. Direitos dos Atletas e demais profissionais do Futebol: Temas diversos acerca dos direitos dos atletas do futebol, tais como pagamentos, previdência, condições de trabalho, entre outros.

XII. Direitos de Transmissão: Avaliação de alternativas em relação aos direitos de transmissão das competições.

XIII. Arbitragem: Estudo e proposição de alternativas para aprimoramento da arbitragem no Brasil considerando dentre outros aspectos de carreira, capacitação e tecnologia.

XIV. Calendário do Futebol: Propostas de alternativas no calendário do futebol brasileiro e alinhamento com o cenário internacional.

XV. Formação, Capacitação e Intercâmbio: Desenvolvimento de programa de formação, capacitação e intercâmbio para profissionais envolvidos na cadeia de valor do Futebol.

XVI. Democratização e engajamento da Torcida Brasileira: Avaliar Propostas e alternativas que permitam maior participação da torcida (Seleção e clubes) no Futebol Brasileiro.

Os 17 integrantes do Comitê de Reforma são: Álvaro Melo, advogado especialista em esporte; Ana Paula Oliveira, diretora-secretária da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol; André Ramos Tavares, advogado especialista em esporte; Caio César Rocha, presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva; Carlos Alberto Parreira, treinador tetracampeão do mundo em 1994; Carlos Alberto Torres, capitão do Tricampeonato Mundial em 1970; Carlos Augusto de Barros e Silva, presidente do São Paulo Futebol Clube; Carlos Eduardo Pereira, presidente do Botafogo de Futebol e Regatas; Castellar Modesto Guimarães Neto, presidente da Federação Mineira de Futebol; Ednaldo Rodrigues Gomes, presidente da Federação Bahiana de Futebol; José Edmílson Gomes de Moraes, pentacampeão do mundo em 2002; Leomar Quintanilha, presidente da Federação Tocantinense de Futebol; Luiz Felipe Santoro, advogado especialista em esporte; Miraildes Maciel Mota (“Formiga”), jogadora da Seleção Brasileira de Futebol; Ricardo Roberto Barreto da Rocha, tetracampeão do mundo em 1994; Rogério Caboclo, diretor executivo de Gestão da CBF; Walter Feldman, secretário-geral da CBF.

Vamos fazer nossa parte com as sugestões que acreditamos ajudar o nosso futebol.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    A declaração foi feita após o anúncio de que a volta às aulas para as crianças de 5 a 11 anos será adiada para o dia 14 de fevereiro em Belo Horizonte

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽ Times escalados na Arena Independência para Cruzeiro X URT, e o repórter Samuel Venâncio traz as informações. Confira! #JornadaEsportivaNaItatiaia

    Acessar Link