Wellington Campos

Coluna do Wellington Campos

Veja todas as colunas

Copa do Rússia, a chamada final

Fazer os atletas serem focados, competitivos e abandonando o jeito tupiniquim de deixar para a última hora a preparação forte são os desafios do Tite

28/08/2017 às 09:44
Copa do Rússia, a chamada final

Faltam 289 dias para a Copa do Mundo na Rússia. A Itatiaia já comprou os direitos de transmissão pelo rádio de mais um mundial.

Até lá, vamos praticar as tradicionais montagens da nossa seleção. Quem serão os 23 atletas capazes de devolver ao povo brasileiro o verdadeiro orgulho de participar e, quem sabe, até vencer novamente o torneio de seleções mais famoso do planeta.

Depois do vexame dentro de casa, o Brasil se remonta e, com vergonha na cara, pede mais uma chance ao seu torcedor. Aquele 7x1 da Alemanha dói no lombo até hoje e muita gente jurou nunca mais perder tempo com a nossa Seleção. 

Sempre, depois de cada Copa do Mundo não conquistada, ouvimos essa ladainha.  

O técnico Tite, um dos ídolos atuais da torcida nacional, não se conforma com as insinuações de grupo fechado. Nada disso, são 23 camisas sem donos. Há sim bons pretendentes em processos adiantados de adoção. Porém, o tempo será o senhor da razão para envergar o manto canarinho.

Surpresas na lista são comuns e salutares. No futebol não podemos abandonar os sonhos. Eles podem se realizar a qualquer momento. Na Seleção Brasileira então, vale sonhar.

Fazer os atletas serem focados, competitivos e abandonando o jeito tupiniquim de deixar para a última hora a preparação forte são os desafios do Tite. Acredito nessa liderança que vem do treinador e que se alastra pelo grupo. Basta observar quantos já ficaram pelo caminho desde a estreia dele diante do mesmo Equador de quinta-feira, em Porto Alegre.

Copa da Rússia. A chamada final será para os comprometidos, trabalhadores da bola, guerreiros da pátria e sortudos do futebol.

Vencer uma Copa do Mundo é a consequência de determinação de um grupo fechado, às vezes machucado pelo fracasso anterior.

E, repito, com vergonha na cara, vontade no coração e o apoio de uma nação que calça chuteiras podemos conquistar novamente.

Faltam 289 dias para o Mundial da Rússia. Vamos informando a caminhada de cada seleção.

Foto: Pedro Martins / MoWA Press

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Negócio envolve R$ 7,5 bilhões e a aquisição de 386 unidades de varejo de autosserviço

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Ao consultar o veículo onde estavam os suspeitos, os agentes verificaram também que o carro era objeto de apropriação indébita

    Acessar Link