Ouça a rádio

Compartilhe

Erros e acertos de Mano Menezes e CBF

Erros e acertos de Mano Menezes e CBF

Errou o técnico  Mano Menezes quando não contra argumentou com ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira que começar um trabalho do zero na Seleção Brasileira era loucura. Deveria ter dado continuidade nos acertos do treinador Dunga. Paulo Roberto Falcão  também pagou com demissão em 1.991. Acertou Mano Menezes ao dialogar direto com a imprensa, sem esconder suas preferencias, mesmo que equivocadas. Sandro e Leandro Damião e Hulk são exemplos. Errou Mano Menezes ao se deixar levar pela obsessão da conquista da sonhada medalhada de ouro em Londres. Nei Franco seria uma boa opção sem colocar seu cargo no fogo.  Vanderlei Luxemburgo também pagou caro na Austrália em 2000, aqueles Camarões não caíram bem. Acertou Mano Menezes ao definir um time nos últimos jogos e com as voltas de Kaká e Fred. Hoje entregará ao seu sucessor um time com mais de 85% montado. Errou José Maria Marin ao quebrar esse trabalho, justamente quando Mano Menezes conseguiu dar uma identidade a Seleção Brasileira. Acertou Marin ao ouvir a voz do povo, sem paciência e empolgação com o trabalho de Mano Menezes e demitindo-o, dando um ano e meio ao novo treinador para fazer o Brasil acreditar no Brasil. Acertará ou vai errar Marin ao escolher o novo comandante da Seleção? Resposta no dia 12 de julho na final da Copa do Mundo 2014no Maracanã. Que Deus ilumine essas cabeças e esses pés. Vai Brasil que a nossa fé te empurra!