Wellington Campos

Coluna do Wellington Campos

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Eliminatórias, o recomeço para cinco seleções

A bola voltará a rolar depois de cinco meses sem futebol das Eliminatórias para a Copa do Mundo Rússia’2018. Estão chegando as sétima e oitava...

30/08/2016 às 09:12
Foto: Lucas Figueiredo/CBF
Eliminatórias, o recomeço para cinco seleções

A bola voltará a rolar depois de cinco meses sem futebol das Eliminatórias para a Copa do Mundo Rússia’2018. Estão chegando as sétima e oitava rodadas e, com elas, novidades. Será o recomeço para cinco seleções que não andam bem na competição que dará quatro vagas e meia na Copa do Mundo – o quinto colocado disputará a repescagem.

As seleções de Brasil, Argentina, Paraguai, Bolívia e Venezuela trocaram seus treinadores. Alguns antes e outros depois da Copa América Centenário, nos Estados Unidos.

O Brasil optou por Tite. Técnico da moda e que a há muito tempo pedia uma oportunidade no comando verde e amarelo. Tem agora sua chance e já começa ameaçado com jogos difíceis diante do Equador e Colômbia. Equipes melhores pontuadas que o Brasil.

Além de talento, Tite precisará de sorte e fôlego na altitude de Quito, de onde a Rádio Itatiaia acompanha os movimentos canarinhos. O próximo desafio será em Manaus contra os colombianos.

Com a metade dos jogadores que estiveram na Copa América dos Estados Unidos, Tite tem a missão de dar padrão tático e gosto técnico, além de reconquistar o grupo de jogadores, antes de ganhar a torcida nacional. Dunga e Gilmar Rinaldi tiveram atritos com os atletas ao longo dos jogos e competições.

Boa sorte ao Tite, e que seus sonhos táticos virem realidade com a amarelinha.

A Argentina tem Edgardo Bauza e a reconsideração de Lionel Messi de deixar a seleção. As coisas andam terríveis pelos lados argentinos.

O Paraguai aposta em Francisco Arce. Aquele mesmo lateral-direito que encantou os brasileiros defendendo com muito talento as camisas do Palmeiras e Grêmio e conquistando títulos importantes. Agora vai de treinador. Vamos acompanhar seu trabalho.

E, até então, seleções fracas como Bolívia e Venezuela também trocaram seus técnicos. Algo que parecia normal para equipes que sempre frequentaram as últimas colocações na América do Sul.

Principalmente a Venezuela, onde a evolução foi muito grande no futebol e que a seleção conseguiu resultados expressivos e surpreendentes em jogos recentes.

A sensação que dá é de uma nova Eliminatória começando para desbancar Uruguai, Equador, Colômbia e Chile que estão fazendo boas campanhas.

Jogos emocionantes nos esperam. E a Itatiaia está chamando!

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    CONTEÚDO PUBLICITÁRIO O endividamento das famílias aumentou e um dos principais motivos é a utilização do recurso que cobra um dos juros mais altos do mercado. Os juros do ro...

    Acessar Link