Wellington Campos

Coluna do Wellington Campos

Veja todas as colunas

Com estádios sem público no 'Brasileirão da pandemia', parece que a bola perde a alma

12/02/2021 às 09:11
Com estádios sem público no 'Brasileirão da pandemia', parece que a bola perde a alma

O final de semana promete ser tenso nos vestiários e intensos nos gramados do Campeonato Brasileiro da Série A/2020. A 36ª. rodada pode ser decisiva para muita gente. O Galo no sábado à noite no Mineirão precisa vencer o Bahia e, domingo, ligar todos os secadores em 220 volts apontados para o Rio de Janeiro, tanto no Maracanã para Flamengo x Corinthians, quanto em São Januário com Vasco x Internacional.

Os desesperos de Bahia diante do Atlético e do Vasco contra o Colorado Gaúcho podem definir o futuro de alguns clubes e suas comissões técnicas. O Galo de Sampaoli precisa de uma bela vitória que convença a massa atleticana que ainda pode sonhar com o título do Brasileirão.

O Flamengo, dono do melhor elenco do campeonato, tem alternado altos e baixos e já poderia ser até o campeão antecipadamente como fez em 2019. Brinca um rubro negro amigo meu da Tijuca que “toda semana a CBF coloca o troféu dentro da sede da Gávea e vem alguém e chuta o cobiçado prêmio para dentro da Lagoa Rodrigo de Freitas”. 

O Internacional veio de nove vitórias consecutivas e tropeçou dentro de casa diante do Sport Recife que era candidato ao rebaixamento. Além do desesperado Vasco ainda terá confronto direto com o Flamengo dentro do Maracanã na rodada seguinte. Abel Braga segue confiante com o seu time.

O Galo de Sampaoli não convence a sua torcida. Time caro e sem força quando joga longe do Mineirão. Três vitórias nesta reta de chegada da Série A serão importantíssimas para garantir a Libertadores na fase de grupos e sonhar com os tropeços de Inter e Fla.

O São Paulo que chegou a abrir 7 pontos na liderança não teve fôlego para segurar a vantagem, como também foi engolido por goleadas sofridas para Bragantino e Internacional. Ainda tem chances, porém falta a confiança da torcida no seu time.

E assim vamos fechando o Brasileirão da pandemia que não teve suas torcidas nos estádios, protocolos sanitários e jogos malucos. Tomara que até a edição de 2021 que começará em maio tenhamos o público de volta as arquibancadas. Sem a galera parece que a bola perde sua alma.

Crédito foto: Divulgação/CBF

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Presidente afirmou que caberá à Câmara dos Deputados definir a lista de atividades essenciais. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Durante encontro, líderes abordaram "os grandes desafios que a humanidade enfrenta neste momento e o papel da fé". #Itatiaia

    Acessar Link