Wellington Campos

Coluna do Wellington Campos

Veja todas as colunas

Chegou a hora da verdade

25/06/2018 às 02:27

Aqui na Rússia a seleção brasileira tem uma partida cardíaca. Em jogo, várias situações: o futuro na competição, a certeza de um planejamento e a glória ou o fracasso de nomes e cargos.

Quarta feira (27), às 15h, muita coisa entrará em campo. Um time que ainda está devendo uma atuação convincente como as das nas Eliminatórias e a certeza que Tite, Edu Gaspar e Rogério Caboclo traçaram bem o caminho do hexacampeonato. 

Alguns jogadores ainda estão devendo um bom futebol. Willian, minha aposta pessoal, tem contra a Sérvia a oportunidade de ouro de dizer ao que veio na Copa. Vale também para o garoto Gabriel Jesus, que é eficiente na parte tática, mas artilheiros se alimentam de gols. 

Diante da Suíça foi um empate para ajustar o sonho à realidade. Pés no chão foram colocados. 

Com a Costa Rica, a vitória psicológica prevalecendo sobre o resultado matemático. 

A Sérvia vai relevar os próximos passos. De uma escala em Samara ou São Petersburgo nas oitavas ou o regresso frustrante para casa, desta vez com eliminação, familiares e amigos, ingredientes do dia a dia da seleção brasileira. 

Lógico, torcemos pela classificação para enfrentar Alemanha, Suécia ou México. Quem busca o título não escolhe adversário. Vence!

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Declaração foi dada pelo diretor Hans Kluge, do escritório europeu da organização #itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Sem 'expectativa de redução de preços', entidade cita risco de desabastecimento com fechamento de revendas #itatiaia

    Acessar Link