Rômulo Ávila

Coluna do Rômulo Ávila

Veja todas as colunas

O outro lado dos estaduais

01/03/2021 às 12:35

Ao contrário de muitos colegas, sou totalmente a favor dos estaduais. E minha justificativa para isso vai muito além das questões técnicas ou fórmula de disputa.  

Vejo os estaduais, especialmente o mineiro, como fonte de renda para vários jogadores anônimos e também profissionais que dependem da competição para garantir uma remuneração melhor, como jornalistas, vendedores ambulantes, gandulas, motoristas, cozinheiros etc. É com o dinheiro obtido direta ou indiretamente por meio do Campeonato Mineiro, chamado por muitos de rural, que muitas pessoas conseguem colocar um prato de comida mais encorpado na mesa. Em que pese o cenário de pandemia de covid-19, considero que a importância do Mineiro transcende o futebol.

Fazendo uma conta rápida, o estadual gera emprego pelo menos para 250 jogadores nos nove clubes do interior. Isso sem falar nos técnicos, auxiliares, massagistas, roupeiros, maqueiros e por aí vai. Diferente dos craques milionários de Atlético e Cruzeiro, muitos atletas dos clubes menores têm no estadual a única chance de mostrar trabalho, ser reconhecido, ter um salário um pouco melhor e até mesmo aparecer em rede nacional.

Festa do interior

Outro fator importante nos estaduais é a festa das torcidas do interior. Jogadores como Hulk, Tardelli e Fábio, por xemplo,  proporcionam ao público (especialmente às crianças)  de cidades menores oportunidades únicas. 

Conheço bem o futebol mineiro. Tenho o privilégio de ter vivido os dois lados, como jogador e, agora, como jornalista. Jogando ou escrevendo, já passei por quase todos os estádios do interior do estado. Do lendário Alçapão do Bonfim ao improvisado estádio da Fazendinha, onde o Ituiutaba (agora Boa Esporte) mandava seus jogos.  Sei muito bem o que representa para uma cidade receber Atlético ou Cruzeiro e é muito estimulante quando isso ocorre. Parece carnaval fora de época.

Não estou dizendo que o Estadual é melhor do que o Brasileirão, Copa do Brasil ou  Libertadores. Claro que não. É apenas diferente.  E o melhor de tudo é que existe espaço para todos. Basta saber valorizar e entender a magia do futebol.
 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Com a decisão, Coelho está garantido na terceira fase do torneio nacional. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽Além do futebol | 'É preciso mover. Não é só futebol, não é só dentro de campo, não é só de gols que vive o homem, mas de toda boa ação que ele pode fazer' | Leia a coluna d...

    Acessar Link