Lucas Ragazzi

Coluna do Lucas Ragazzi

Veja todas as colunas

Política

Três anos após desfiliação, Eduardo Azeredo volta ao PSDB; interlocutores acreditam em candidatura

O ex-governador deixou o partido em maio de 2019, quando ainda estava preso em Belo Horizonte

24/03/2022 às 09:14
Três anos após desfiliação, Eduardo Azeredo volta ao PSDB; interlocutores acreditam em candidatura

Quase três anos depois de ter se desfiliado alegando motivos pessoais, o ex-governador Eduardo Azeredo acertou, nesta quinta-feira (24), o seu retorno ao PSDB. Interlocutores tucanos acreditam que a volta ao ninho sinalize a intenção de Azeredo em disputar um cargo eletivo nas eleições deste ano. 

O evento de retorno ao PSDB contou com a participação do presidente nacional do partido, Bruno Araújo, e de outros políticos tucanos

Azeredo deixou o PSDB em maio de 2019, quando ainda estava preso em Belo Horizonte, condenado no julgamento do chamado mensalão tucano. Na época, havia pressão interna por parte de aliados do governador de São Paulo, João Doria, para que se expulsasse condenados em 2ª instância. 

Em novembro daquele ano, Azeredo foi solto pelo TJ mineiro, após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que derrubou a possibilidade de prisão de condenados em segunda instância, alterando um entendimento que vinha sendo adotado desde 2016. Ele iniciou o cumprimento da pena em 23 de maio de 2018 e ficou em um batalhão do Corpo de Bombeiros na zona sul de Belo Horizonte.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou