Ouça a rádio

Compartilhe

Zema move processo contra deputada e pede indenização por danos morais

Segundo a defesa do governador, deputada usou uma conta nas redes sociais para criticar Zema por uma fala atribuída ao governador - na verdade, Zema não escreveu a mensagem e foi vítima de uma montagem

Zema move processo contra deputada e pede indenização por danos morais

O governador Romeu Zema (Novo) ajuizou uma ação por danos morais contra a deputada estadual Beatriz Cerqueira (PT). O processo, ajuizado nesta terça-feira (16), foi motivado por uma publicação feita pela parlamentar nas redes sociais citando uma declaração falsa, atribuída a Zema, envolvendo o acidente de avião que vitimou a cantora Marília Mendonça, no início do mês. O partido Novo também assina a ação. 

Segundo a defesa do governador, Beatriz Cerqueira usou uma conta nas redes sociais para criticar Zema por uma fala atribuída ao governador - na verdade, Zema não escreveu a mensagem e foi vítima de uma montagem. 

A imagem falsa mostra uma suposta publicação no perfil do governador com a seguinte frase: “O Corpo de Bombeiros apurou que a falta de sinalização de torres elétricas de alta tensão da Cemig acarretou o acidente que decorreu na queda do avião onde estava a cantora Marília Mendonça e mais quatro pessoas. A Cemig precisa voltar a investir em Minas Gerais #PrivatizaCemigJá”. 

No sábado (6), Beatriz Cerqueira foi às redes sociais para criticar a suposta fala de Zema. “É repugnante a tentativa do governador Zema de associar a morte de Marília Mendonça e demais ocupantes da aeronave com a suposta necessidade de privatização a Cemig. Aproveitar de uma tragédia que abalou o país para vender sua ideia privatista é inaceitável e desrespeitosa”, escreveu a deputada, que não publicou a montagem, mas, segundo a defesa de Zema, o contexto deixa claro que ela faz referência à "fake news". 

Na ação, Zema pede uma reparação de R$ 20 mil por danos morais, além da exclusão da postagem da deputada e um pedido de reparação pública. 

Em contato com a coluna, a deputada, por meio de sua assessoria, afirmou que manifestou a sua opinião mas não utilizou "Twitter do governador a respeito".