Lucas Ragazzi

Coluna do Lucas Ragazzi

Veja todas as colunas

Política

O climão no PSB mineiro depois de reuniões com Kalil e 'terceira via'

Presidente nacional do partido se reuniu com prefeito de BH dias depois de dirigente participar de encontro por candidatura lulista em MG

29/11/2021 às 10:03
O climão no PSB mineiro depois de reuniões com Kalil e 'terceira via'

O PSB mineiro já viveu dias menos confusos. Na semana passada, interlocutores do partido ficaram surpresos ao ver a reunião feita pelo presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, com o prefeito de BH, Alexandre Kalil (PSD), em Brasília, poucos dias depois da ex-secretária-geral da legenda, Kátia Gaivoto, participar de encontro de dirigentes partidários que defendem a criação de uma candidatura "terceira via lulista" em Minas, fora de Zema e Kalil. 

A participação de Kátia Gaivoto na reunião da "terceira via" foi interpretada por interlocutores como uma "desorganização" partidária e irritou membros do diretório. Kátia, a propósito, é esposa do presidente do diretório estadual do partido, o deputado federal Vilson da Fetaemg, que esteve na reunião de Kalil com Carlos Siqueira.  

Internamente, a ala majoritária do partido está alinhada em apoiar Kalil na campanha a governador em 2022. Lideranças pessebistas tentam, inclusive, emplacar o vice - a ideia é filiar o presidente da Assembleia Legislativa de MG, Agostinho Patrus, hoje no PV, e colocá-lo como companheiro de chapa do prefeito de BH. 

Em nota, o diretório estadual do PSB fez pontuações sobre a questão. Confira na íntegra:

"Em primeiro lugar, o encontro em Brasília entre o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, e o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, foi sugerido pelo presidente do partido em Minas, deputado federal Vilson da Fetaemg, como forma de estreitar o diálogo já existente entre o prefeito e os socialistas. Vale lembrar que Alexandre Kalil já foi filiado ao PSB.

- Ao mesmo tempo, a reunião ocorrida no dia 22 de novembro, que contou com a participação da dirigente do PSB mineiro Kátia Gaivoto, foi entre os representantes das fundações culturais dos principais partidos do campo progressista em Minas Gerais. Enquanto coordenadora da Fundação João Mangabeira no estado, Kátia Gaivoto manifestou que o objetivo central do encontro era a discussão de um novo projeto para Minas Gerais, capaz de derrotar o presidente Jair Bolsonaro, e deixou claro que em nenhum momento entrou em pauta uma suposta aliança contra a possível pré-candidatura ao governo do estado liderada pelo prefeito Alexandre Kalil.

- A Comissão Executiva do PSB de Minas Gerais conclui, portanto, que a realização dos dois encontros aqui mencionados não guarda qualquer contradição entre si. Pelo contrário, reforça com ainda mais vigor a busca do PSB pelo diálogo permanente e pela união das forças democráticas, em Minas e no Brasil, contra o governo Bolsonaro."

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Negócio envolve R$ 7,5 bilhões e a aquisição de 386 unidades de varejo de autosserviço

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Ao consultar o veículo onde estavam os suspeitos, os agentes verificaram também que o carro era objeto de apropriação indébita

    Acessar Link