Lucas Ragazzi

Coluna do Lucas Ragazzi

Veja todas as colunas

Política

Kalil se aproxima do PT, mas bancada federal do PSD quer apoiar Bolsonaro em Minas

Deputados federais do PSD se irritaram com movimentação do ex-prefeito junto a lideranças petistas

21/04/2022 às 02:56
Kalil se aproxima do PT, mas bancada federal do PSD quer apoiar Bolsonaro em Minas

Enquanto Alexandre Kalil (PSD) busca se aproximar das lideranças petistas em Minas, visando a campanha ao governo estadual, em que o ex-prefeito de Belo Horizonte pretende ter o apoio de Lula (PT), parte do diretório estadual do PSD sinalizou insatisfação por conta da costura política junto ao ex-presidente. 

A coluna apurou que a bancada de deputados federais do PSD, em conversa com o presidente do partido no Estado, senador Alexandre Silveira, nesta semana, indicou preferir que a sigla mineira apoie a reeleição de Bolsonaro (PL), e não Lula, como o grupo político de Kalil tem articulado. Procurada, a assessoria do senador não quis se manifestar. 

"Nós não fomos consultados em momento algum sobre apoio na disputa presidencial, e somos uma bancada mais próxima de Bolsonaro do que dos petistas", afirma um deputado em condição de anonimato. 

Além da aproximação com Lula, Kalil tem, em vídeos produzidos para as redes sociais, direcionado críticas ao governo Bolsonaro. 

Ao todo, o PSD mineiro possui quatro parlamentares na Câmara: Diego Andrade, Stefano Aguiar, Misael Varella e Subtenente Gonzaga. O último, aliás, se filiou ao partido no mês passado após deixar o PDT justamente porque pretende apoiar Bolsonaro - a base eleitoral de Gonzaga é, majoritariamente, composta por setores militares.  

Nesta quarta-feira (20), Kalil esteve acompanhado de políticos petistas em Pirapora, no Norte de Minas. Por lá, o ex-prefeito se reuniu com prefeitos e lideranças do partido - no PSD, levantou-se a possibilidade de que membros do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) teriam participado das conversas, o que gerou irritação em alguns deputados federais. A assessoria de imprensa de Kalil não confirmou que o ex-prefeito tenha se encontrado com lideranças do MST, reafirmando que ele se reuniu com lideranças do PT e que recebeu título de cidadão honorário da Câmara de Pirapora.

Na agenda pelo Norte de Minas, Kalil esteve acompanhado pelos deputados Virgilio Guimarães (PT), Leninha (PT) e Paulo Guedes (PT). O presidente da Assembleia de Minas, Agostinho Patrus (PSD), favorito para a vice, também acompanhou o grupo. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou