Lucas Ragazzi

Coluna do Lucas Ragazzi

Veja todas as colunas

Política

Justiça cita ex-vereador de BH para apresentar defesa em processo por corrupção

Segundo o MP, foram constatadas possíveis irregularidades na atuação parlamentar de Flávio dos Santos

16/12/2021 às 12:42
Justiça cita ex-vereador de BH para apresentar defesa em processo por corrupção

A Justiça estadual andou com a denúncia feita pelo MP de Minas contra o ex-vereador de Belo Horizonte Flávio dos Santos, acusado de usar recursos públicos, funcionários da Câmara e carros oficiais em benefício próprio. 

Na última terça-feira (14), o juiz Wauner Batista Ferreira Machado, da 3ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública do TJ mineiro, determinou a citação do ex-vereador para que ele apresente suas alegações iniciais. Como a ação feita pelo MP de Minas é por improbidade administrativa, os citados na ação podem apresentar uma defesa antes mesmo que a Justiça aceite a denúncia e os tornem réus. 

Segundo o MP, foram constatadas possíveis irregularidades na atuação parlamentar de Flávio dos Santos, como a utilização de servidores de seu gabinete para trabalhar em uma ONG controlada pelo ex-vereador. Os veículos oficiais destinados ao mandato de Flávio dos Santos também teriam sido utilizados, segundo a investigação policial, para atuar em favor da entidade do político.

Em um dos depoimentos colhidos pelos investigadores, uma assessora do ex-vereador confirmou que pessoas nomeadas como funcionários de gabinete trabalhavam, na verdade, na casa de Flávio dos Santos e na ONG. 

"Uma servidora fazia trabalhos de doméstica e de babá na casa do vereador; que a declarante também fez serviço fora de sua área, como limpando as doações recebidas pela ONG; que todos os funcionários trabalhavam, inclusive dobrando roupa", mostra trecho do depoimento.
 
Em 2019, a Câmara de Belo Horizonte chegou a votar dois processo de cassação de mandato de Flávio dos Santos por conta de gravações sonoras que indicariam irregularidades no gabinete do vereador - nenhum deles foi aberto por não terem votos suficientes em plenário.

A coluna não conseguiu contato com o ex-vereador. Na época dos processos de cassação, Flávio dos Santos negou qualquer irregularidade durante sua atuação como vereador de Belo Horizonte.
 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    O prêmio de R$ 1,5 milhão não é reajustado há 12 anos pelo programa

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Operações foram interrompidas devido às fortes chuvas que atingiram o Estado nas últimas semanas

    Acessar Link