Lucas Ragazzi

Coluna do Lucas Ragazzi

Veja todas as colunas

Política

Interlocutores do governo de MG veem 'uso político' de greve para 'surfar' na CPI da Cemig

Paralisação acontece após recusa de proposta de reajuste superior a 11% sobre salários e benefícios pagos aos empregados da empresa mineira

29/11/2021 às 03:36
Interlocutores do governo de MG veem 'uso político' de greve para 'surfar' na CPI da Cemig

O Sindieletro, considerado o maior e mais político sindicato que representa trabalhadores da Cemig, convocou greve para esta segunda-feira (29). Isso acontece após recusa de proposta de reajuste superior a 11% sobre salários e benefícios pagos aos empregados da empresa mineira.

Interlocutores do governo mineiro enxergam a posição como uma "manobra político eleitoral" para "surfar" na CPI da Cemig, em andamento na Assembleia Legislativa e que tem criado dores de cabeça a dirigentes e membros da administração estadual.

A propósito, com exceção do Sindieletro e um outro sindicato, as outras entidades que representam empregados da Cemig aceitaram a proposta, entre elas a Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas de Minas Gerais.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    O prêmio de R$ 1,5 milhão não é reajustado há 12 anos pelo programa

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Operações foram interrompidas devido às fortes chuvas que atingiram o Estado nas últimas semanas

    Acessar Link