Ouça a rádio

Compartilhe

Ex-chefe de gabinete de Kalil exibe ao Conselho de Ética novas mensagens com Adalclever

Ex-chefe de gabinete de Kalil exibe ao Conselho de Ética novas mensagens com Adalclever

No depoimento prestado na manhã desta quinta-feira (7) ao Conselho de Ética da Prefeitura de Belo Horizonte, o ex-chefe de gabinete do prefeito Alexandre Kalil, Alberto Lage, mostrou conversas de celular que teve com o secretário de governo, Adalclever Lopes. Procurado pela Itatiaia, Lage confirmou ter exibido novas conversas sobre o mesmo tema, mas não informou o teor delas.
    
Lage compartilhou a tela das conversas com os membros do Conselho e o relator da apuração, o advogado Marcelo Leonardo. Na denúncia que resultou na investigação, Lage diz ter sido procurado pelo secretário de governo, Adalclever Lopes, para pressionar uma agência publicitária para que uma pesquisa eleitoral sobre a disputa ao governo de Minas fosse realizada. Isso, segundo o ex-chefe de gabinete, configuraria a intenção de Adalclever em utilizar a estrutura da prefeitura para atender a interesses políticos particulares. 

Em entrevista à Itatiaia, Lage afirmou ter passado a mensagem de Adalclever para a secretário de Comunicação e Relações Institucionais, Adriana Branco, que teria sugerido que ele não seguisse a ordem do Secretário de Governo.

O secretário de governo e o publicitário Cacá Moreno, dono da agência Perfil 252, que tem contrato com a prefeitura, também foram ouvidos pelo Conselho de Ética. Em nota divulgada ontem, o publicitário afirmou que não recebeu pedidos nem foi pressionado para realizar pesquisas para a prefeitura. 

Nesta sexta-feira (8), o conselho faz nova reunião para dar sequência à investigação. O grupo é presidido pelo advogado Rodolfo Gropen.