Lucas Ragazzi

Coluna do Lucas Ragazzi

Veja todas as colunas

Política

As novidades da velha disputa interna no MDB de Minas

Grupos de Adalclever Lopes e Newton Cardoso Jr. travam duelo dentro do diretório estadual

09/11/2021 às 09:15
As novidades da velha disputa interna no MDB de Minas

Há uma piada interna na imprensa mineira que diz que, de seis em seis meses, se publica matéria contando sobre nova crise interna do MDB.

Na noite desta segunda-feira (8), um grupo de emedebistas ligado ao secretário de Governo da PBH, Adalclever Lopes, se reuniu na sede do MDB de Minas, em Belo Horizonte, e aprovou uma resolução que muda as regras do partido para o uso de seus recursos - na prática, dá mais poderes a Adalclever, que é o tesoureiro da legenda, e tira parte da influência do presidente estadual, o deputado Newton Cardoso Jr. 

A reunião, e a nova resolução, pegou o grupo de Newton Cardoso de surpresa. A reação veio na manhã desta terça (9), com a convocação, para esta noite, de um novo encontro para discutir o que foi aprovado na segunda. Será votada uma nova resolução que pretende anular a reunião do grupo de Adalclever. 

Internamente, nos dois grupos, se discute como a Executiva nacional do partido pode intervir em Minas. Na semana passada, o ex-presidente Michel Temer e o ex-ministro Romero Jucá, dois caciques nacionais do partido, estiveram em BH para conversas com Adalclever e o prefeito da capital, Alexandre Kalil (PSD). Temer chegou a fazer um convite informal a Kalil - no dia seguinte, Newton Cardoso Jr. reagiu e convidou, durante evento, o governador Romeu Zema (Novo) para o MDB. A propósito, é bom lembrar: em 2018, durante outra disputa interna no partido, Romero Jucá determinou a retirada do então vice-governador Antonio Andrade da presidência do MDB mineiro. 

A disputa interna tem o contexto de 2022: enquanto Adalclever tenta puxar o MDB para Kalil, Newton Cardoso Jr. defende que os emedebistas sigam com Zema. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    A agressão foi tão forte que o militar que recebe o golpe caiu e colegas tentaram ajudá-lo

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O trânsito é complicado na região. Veja quais são as rotas alternativas

    Acessar Link