Emanuel Carneiro

Coluna do Emanuel Carneiro

Veja todas as colunas

A vantagem mudou de lado

O Galo ganhou uma importante batalha, mas a guerra se decide domingo (8), no Mineirão

02/04/2018 às 12:53

Bruno Cantini/Atlético

Com sinceridade, ninguém esperava que o Cruzeiro jogasse tão mal e o Atlético tão bem.

Quando os times e os bancos foram anunciados, dava-se claramente para concluir que Mano Menezes estava melhor servido.

Veio o jogo. O Galo foi pra cima com uma vontade incrível, disputando cada metro quadrado do Independência. A torcida também ajudava, mas as peças principais do time celeste não funcionavam. O primeiro gol desarticulou o Cruzeiro e os dois seguintes vieram por consequência, fechando o primeiro tempo com um 3 a 0 surpreendente.

O Cruzeiro voltou cauteloso no segundo tempo, sabendo que, se fosse atacar de peito aberto, poderia levar o quarto gol e, aí, acabava o campeonato. 

O Atlético se fechou, mas ainda criou chances. Segundo Mano, o gol de Arrascaeta devolveu ao Cruzeiro a luta pelo título.

A grande diferença no superclássico é que o Galo foi um time consciente, lutador e com jogadores muito bem distribuídos na marcação. Valeu também uma vontade incrível de ganhar.

Otero sobrou. Os laterais foram muito bem. Ricardo Oliveira botou a experiência em campo e Adilson ganhou todas.

No Cruzeiro, os grandes nomes foram discretos. Thiago Neves, Robinho, Rafinha e Ariel Cabral ficaram muito abaixo da média, e a zaga bateu cabeça.

Uma boa arbitragem contribuiu para um jogo normal (e olha como é difícil apitar um Atlético x Cruzeiro).

O Galo ganhou uma importante batalha, mas a guerra se decide domingo (8), no Mineirão, e aí é o segundo tempo de um jogo que o Cruzeiro entra em campo perdendo por 3 a 1, mas tem a torcida e o empate (no placar agregado) a favor.

Pra encerrar: se for mantida a palavra dos dirigentes, esse foi o último superclássico no Independência, e mais, com torcida única. Demorou.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Final do Campeonato Carioca, nesta quarta, pode ser o jogo de despedida do técnico do Flamengo #itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ANS havia incluído o teste sorológico na lista de coberturas obrigatórias dos planos de saúde no fim de junho #itatiaia

    Acessar Link