Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Vou ficar de mal com o presidente

Vou ficar de mal com o presidente

06/05/2013 às 02:13

A vida me reservou muitas emoções. Boas e más. A minha geração cresceu sem saber direito das coisas por conta dos anos de chumbo. Adulto, escolhi a única profissão que poderia me colocar no olho do furacão, ou seja, vivendo de perto as primeiras greves, a anistia, as “Diretas-Já” e a retomada das eleições diretas para os cargos do Executivo. Quanta emoção, quanto trabalho, quanta novidade e, principalmente, quanta decepção! Em 1989, meu velho pai, sujeito que beirava os 70 e só fizera trabalhar a vida toda, acabara de vender tudo o que tinha para ver se conseguia comprar um pequeno sítio e vibrava com a eleição de Fernando Collor, em quem confiava cegamente. A primeira “canetada” de Collor confiscou os trocados do Leontino, que morreu sete meses depois. De tristeza. Antes, a gente teve de engolir Sarney. Depois do alagoano, veio o sociólogo Fernando Henrique Cardoso que teve lá seus méritos, mas, pelo menos para mim, pôs tudo a perder quando – com a ajuda de seu ministro mineiro Roberto Brant – criou o “fator previdenciário”, um mecanismo de retirar o dinheiro de quem trabalhou a vida inteira e precisa se aposentar. De FHC a gente até podia esperar isso, pois, ele já chamara os aposentados de vagabundos. E chegou Lula, um operário. E ele ajudou os bancos, o FMI, os sem-terra, criou o bolsa-família até para os moradores de rua. Mas, além de vetar o fim do fator previdenciário, Lula ainda deve fazê-lo amanhã, contando que o Brasil vai vencer a fraca Coréia e ninguém vai notar sua maldade. E eu, que entrevisto o presidente há 30 anos, que tenho certa admiração por ele, estou avisando: se fizer isso, o repórter vai continuar respeitando o presidente, mas o cidadão vai ficar de mal.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    De 18 casos identificados no Brasil, dois resultaram em morte

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Pais revelam alívio pela imunização e segurança na eficácia das vacinas

    Acessar Link