Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

A folia melhora a autoestima de BH

Vamos parar de reclamar que o banheiro tá sujo. Jogar pra baixo. Vamos celebrar a retomada de BH por todos os mineiros. Valorizar o que é nosso

05/03/2019 às 11:12
A folia melhora a autoestima de BH

Sou apaixonado por Belo Horizonte e sofro muito pelo tanto que ela é maltratada. Por nós. É uma cidade sem guerreiros entrincheirados para defendê-la quando sofre ataques de toda ordem, mas, especialmente, do descaso da administração pública, do lixo que jogamos na rua, dos buracos que permitimos nos passeios, na ausência de políticas sociais para diminuir os moradores de rua e a extrema pobreza em nossas filas. Dói-me mais a ação dos vândalos destruindo jardins, quebrando lâmpadas, jogando bicicletas no Arrudas fazendo-nos acreditar que, na cabeça de muitos, o que é público não tem dono e, portanto, não merece cuidados. 

Entretanto, nada me chateia mais que a má vontade que temos para com a alegria em nossa cidade. Já tivemos desfiles monumentais das escolas de samba na Afonso Pena, uma das maiores festas juninas do país e o Carnaval temporão mais famoso do Brasil. Acabamos com tudo. Os bombeiros proíbem, a imprensa critica, o juiz desautoriza, os vizinhos pressionam, as autoridades adoram porque um prefeito nunca quer valorizar o que outro iniciou, ainda que seja coisa boa. Tudo em Belo Horizonte é difícil. Chamamos nosso aeroporto internacional pelo nome da cidade que o acolhe, nos recusamos a usar o da Pampulha, não temos centro de convenções, não atraímos congressos, seminários, enfim, ignoramos nossa vocação para o turismo de negócios que, combinado com as cidades históricas, poderia trazer milhões de turistas todos os dias. 

Como não há bem que sempre dure e nem mal que nunca acabe, um grupo de jovens se rebelou contra o prefeito da época e, dez anos atrás, os blocos voltaram às ruas. Livres, leves, soltos, sem pedir dinheiro público, sem fazer exigências extravagantes... Só queriam ser felizes. E foi juntando gente, e todo mundo foi gostando, mais e mais... Tanto povo que os políticos ficaram com medo; a gente nunca vê um vereador, deputado, prefeito... Ou não prestigiam ou ficam com medo da vaia.

Os blocos recuperaram para Belo Horizonte a condição de nave mãe das Minas Gerais. Estão nas ruas turistas que vieram das mais diversas regiões do Estado. Do país também. Mineiros que moram no exterior voltaram. E não é incomum ouvir alguém dizer que se impressionou com as mudanças, com a beleza, com lugares revitalizados e outros descobertos. A cidade está feliz, acolhendo a todos com o jeito único que o mineiro tem de receber. Alguém vai dizer “Ah, mas o trânsito tá difícil” ou “Ah, mas tem muita gente fazendo xixi na rua”. Ora, não se faz omelete sem quebrar ovos. Lembre-se do custo-benefício.

Vamos parar de reclamar que o banheiro tá sujo. Jogar pra baixo. Vamos celebrar a retomada de BH por todos os mineiros. Valorizar o que é nosso. Façamos como o Aeroporto do Rio que, para anunciar o Carnaval de lá, usou uma foto do ‘Então, Brilha!’ de Belô. Que brilho! Abraço…

Foto: Itatiaia

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    😷 Apesar da queda, dois dos três índices permanecem no vermelho #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/covid-19-todos-os-indices-que-monitoram-a-pandemia-registram-q...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Atenção! Trinta e cinco centros de internação pediátrica serão abertos na capital nesta quinta-feira (27) #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/kalil-anuncia-abertur...

    Acessar Link