Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Vamos ajudar o governador?

Vamos ajudar o governador?

06/05/2013 às 02:13

Precisamos avisar ao governador do Estado que algo precisa ser feito. Algumas centenas de marginais estão colocando em pânico 20 milhões de mineiros. No campo e nas cidades. Anastasia parece só. Antes, Aécio era o chefe, cumpria agenda de festas, jantares, congressos, tolerava os políticos, enfim, enquanto ele estava nos eventos que a liturgia do cargo exige, Anastasia cuidava da máquina. Falta, agora, um Anastasia no Governo Anastasia. Alguém para sentar na cadeira de secretário de Defesa Social e por a casa em ordem. O que está lá parece que não assumiu... Ou há outra explicação para seu silêncio depois de tanto horror no Belvedere, tiros na noite da Savassi e chacina no São Geraldo, sem falar nas intermináveis novidades do caso Bruno? Vejamos a área do Esporte. Um secretário assumiu a Copa, gastou uma fortuna, fez um estádio onde torcedor não consegue ver o jogo, sem harmonia com a vizinhança e foi embora. Agora, na pasta de Esportes, há outro que sequer aparece; na verdade, está lá apenas para abrir vaga na Assembleia. Abro parênteses para dizer que o titular da pasta de Esportes da Prefeitura da capital saiu por causa da eleição e a gente não sabe quem é o ilustre substituto... Enquanto a torcida explode em violência e ninguém faz nada. Impressionante. Considerando que os 853 prefeitos estão cuidando da própria reeleição, alguns usando a máquina e até a música; os milhares de vereadores se empenham em manter a boquinha, com gabinete, carro, telefone, assessores, tudo pago por nós; os 77 deputados estaduais elegem os amigos agora prá cobrar depois e nossa bancada federal é omissa por excelência, vamos nós, cidadãos, ajudar o governador, avisando a ele que os vagabundos estão vencendo a guerra. Vamos reagir, gente, decretando tolerância zero a toda forma de crime ou contravenção. Estamos todos com medo, transferindo responsabilidades e fingindo que não é conosco. Vamos falar a verdade com o governador, ajudá-lo a enfrentar os outros poderes, cortar privilégios, exigir empenho, criar penas alternativas, botar os safados no xadrez, nem que tenhamos de parar as obras do Mineirão e encher lá de assaltantes, mensaleiros e marginais travestidos de torcedores. Não é resquício da ditadura. É autoridade democrática, ou melhor, governo relacional, jeito moderno de fazer. Quem não estiver de acordo que pergunte ao vizinho se ele se sente seguro para ir ao banco, comprar pão, fazer uma fezinha na loteria ou levar a namorada até a porta da casa dela.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    O trânsito é complicado na região. Veja quais são as rotas alternativas

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Declaração foi dada pelo diretor Hans Kluge, do escritório europeu da organização #itatiaia

    Acessar Link