Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Uma trincheira, o viaduto e a indecência

Uma trincheira, o viaduto e a indecência

06/05/2013 às 02:13

O órgão federal encarregado de cuidar das rodovias federais em Minas atende pela sigla de DNIT, mas, foi, por décadas,           DNER. Tem profissionais qualificados que sofrem tanto quanto nós, usuários das rodovias, com a falta de agilidade e seriedade do órgão. O problema é que ele, servidores concursados, são como nós, eleitores... Só parte do cenário.

Quem manda mesmo é algum político, de preferência um perdedor, que seja delegado, padre, pastor ou qualquer outro profissional que pede ao partido para colocá-lo lá e, com as verbas, o uso politiqueiro do órgão, ganhar a próxima eleição.

Nós, mineiros, que temos a maior malha rodoviária do Brasil não podemos reclamar do DNIT. Afinal, há mais de meio século todos os chefões de lá e do Ministério dos Transportes ou são mineiros ou chegaram lá com as bênçãos de mineiros ilustres. O ex-presidente José Alencar, por exemplo, pôs no ministério o Anderson Adauto, de Uberaba, e o Alfredo, do Amazonas. Tristes lembranças.

Você já deve estar incomodado; afinal, que viagem é essa que o Eduardo está fazendo? Na verdade, fiz esse preâmbulo para deixar claro que toda a raiva por nós destinada ao DNIT tem endereço errado. Temos de transferi-la para aqueles que, em nosso nome, com nosso voto, contribuem para a omissão, a inoperância e a incompetência do DNIT.

Por exemplo: neste momento, em que todo o trânsito do já inacreditável Anel Rodoviário (ah, Anel...) sofre com as atrasadas reformas do viaduto São Francisco sobre a Antônio Carlos, devíamos falar mal nós três senadores. E nominá-los, por ordem alfabética: Aécio Neves, Clésio Andrade e Zezé Perrela.

Ah, devemos também nominar um por um dos nossos deputados federais, com destaque para os mais importantes ou falados: Rodrigo de Castro, Mauro Lopes, Jô Morais, Reginaldo Lopes, Paulo Piau... Todos os 53, de todos os partidos. A eles devemos debitar o fato de que aquela trincheira em frente ao Shopping Ponteio, na saída para o Rio, sofreu um pequeno desmoronamento há três meses e está lá, do mesmo jeito... Há uma tímida previsão de se resolver o assunto até agosto... Brincadeira, não?

Que representação horrorosa essa nossa em Brasília! Jornalista não pode ficar sugerindo mobilizações mais ousadas, mas, como perguntar não ofende, será que não vamos aproveitar a força da internet e fazer uma campanha do tipo “Não reeleja ninguém”?

        

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    O prêmio de R$ 1,5 milhão não é reajustado há 12 anos pelo programa

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Operações foram interrompidas devido às fortes chuvas que atingiram o Estado nas últimas semanas

    Acessar Link